Scielo RSS <![CDATA[RFO UPF]]> http://revodonto.bvsalud.org/rss.php?pid=1413-401220160003&lang=pt vol. 21 num. 3 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://revodonto.bvsalud.org/img/en/fbpelogp.gif http://revodonto.bvsalud.org http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt <![CDATA[<b>Estudo das características e da hipersensibilidade de lesões cervicais não cariosas em pacientes com alterações oclusais</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: verificar as características, a extensão e a profundidade da lesão, e a hipersensibilidade das lesões cervicais não cariosas (LCNC) em pacientes com alterações oclusais. Sujeitos e método: por meio de um estudo transversal e observacional foram avaliados 58 pacientes com lesões, de ambos os sexos; entre 18 e 71 anos, nos Serviços de Oclusão das cidades de João Pessoa e Campina Grande-PB. Extensão, profundidade e hipersensibilidade de LCNC foram determinadas por exame clínico realizado por único examinador calibrado. A análise dos dados foi realizada por meio de análises descritivas e não paramétricas (coeficiente ρ de Spearman) com 5% de nível significância e 95% de intervalo de confiança. Resultados: extensão supragengival com índice de desgaste dental de grau 1 foi prevalente na população estudada. A idade apresentou correlação positiva com o aumento da profundidade das lesões. A hipersensibilidade cervical esteve presente em 74,13% e mais prevalente nos pré-molares inferiores (22,34%). Conclusão: Lesões com extensão supragengival foram prevalentes entre os pacientes da pesquisa; pré-molares inferiores foram o grupo dental mais acometido pela hipersensibilidade e o aumento da profundidade das lesões esteve associado a presença da hipersensibilidade das LCNC.<hr/>Objective: to verify the characteristics, length, and depth of the lesion, and the hypersensitivity of non-carious cervical lesions (NCCL) in patients with occlusal changes. Subjects and methods: by means of a cross-sectional observational study, 58 patients of both genders, between 18 and 71 years old, with lesions were evaluated at the Occlusion services of the cities of João Pessoa and Campina Grande, PB, Brazil. Length, depth, and hypersensitivity of NCCL were determined by clinical examination performed by a single calibrated examiner. Data were analyzed using descriptive and non-parametric (ρ Spearman coefficient) analyses at 5% significance level and 95% confidence interval. Results: supragingival extension with grade 1 tooth wear index was prevalent in the population studied. Age was positively correlated with increasing depth of the lesions. Cervical hypersensitivity was present in 74.13% and more prevalent in lower premolars (22.34%). Conclusion: Lesions with supragingival extension were prevalent among patients of the research. The group of lower premolars was mostly affected by dental hypersensitivity, and the increasing depth of lesions was associated with the presence of NCCL hypersensitivity. <![CDATA[<b>Hábitos de saúde bucal em crianças internadas no Hospital da Criança do município de Chapecó, Santa Catarina, Brasil</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Manter a saúde bucal em pacientes pediátricos hospitalizados mostra-se de grande importância para a condição sistêmica desses, devido à mútua relação entre doenças bucais e infecções sistêmicas. Objetivo: este estudo descritivo transversal com abordagem quantitativa teve como objetivo avaliar os hábitos de saúde bucal de crianças e as percepções de saúde bucal dos cuidadores, a fim de compreender a importância da higiene bucal durante o período de internação hospitalar, diferenciando-o de outras características, como o convívio com a família e a escola. Sujeitos e método: a pesquisa teve como participantes crianças, representadas por seus cuidadores, admitidas no setor de internação do Hospital da Criança de Chapecó, SC, de maio a dezembro de 2014. Foi utilizado um questionário autoaplicável aos pais ou responsáveis, sobre variáveis socioeconômicas, de saúde bucal e saúde geral. Os dados coletados foram analisados no programa SPSS versão 19.0. Resultados: os resultados demostram que a principal causa de internação foi o diagnóstico de pneumonia (37,6%). As mães constituíram o grupo mais frequente no acompanhamento hospitalar (78,5%). Em torno de 30% das crianças hospitalizadas já haviam passado por episódios de internação anterior e 59,4% relataram que ninguém explicou o que a doença pela qual a criança estava hospitalizada causa em seu corpo. Apenas 8% foram orientados pelo cirurgião- dentista da relação da doença e a condição bucal. Conclusão: observou-se uma baixa adesão aos cuidados de higiene bucal e grande desvalorização da saúde bucal no contexto da hospitalização.<hr/>Maintaining the oral health of hospitalized pediatric patients appears to be of great importance for their systemic condition, due to the mutual relationship between oral diseases and systemic infections. Objective: this cross-sectional, descriptive, and quantitative study aimed to evaluate the oral health habits of children and the oral health perceptions of caregivers, in order to understand the importance of oral hygiene during hospital stay, differentiating it from other characteristics such as family and school life. Subjects and method: the subjects of the research were children - represented by their caregivers, admitted to the inpatient ward of the Children's Hospital of Chapecó, SC, Brazil, from May to December of 2014. A self-administered questionnaire on socioeconomic, oral health, and general health variables was provided to the parents or guardians. Data were analyzed using the SPSS software version 19.0. Results: the results show that the leading cause of hospitalization was the diagnosis of pneumonia (37.6%). Mothers were the most frequent group at hospital monitoring (78.5%). About 30% of hospitalized children had already been through episodes of hospitalization and 59.4% reported that no one had explained them the consequences of the disease for which they were admitted. Only 8% received instructions from the dental surgeon regarding the relationship between the disease and the oral health condition. Conclusion: a low adherence to oral hygiene care was observed, as well as a great disregard for oral health in the context of hospitalization. <![CDATA[<b>Mecanismo de ação da clorexidina sobre as enzimas metaloproteinases e sua repercussão clínica: um estudo de revisão</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: analisar o mecanismo de ação da clorexidina sobre as enzimas matrizes metaloproteinases (MMPs) e sua repercussão clínica. Materiais e método: a estratégia de busca incluiu as bases de dados Medline, Lilacs e Pubmed. A seleção dos artigos foi feita com base nos seguintes critérios: ter sido escrito em inglês, espanhol ou português, no formato de artigo original, com resumos disponíveis, abordar aspectos que relacionem as MMPs aos sistemas adesivos e/ou a influência da clorexidina sobre estas enzimas, e ter sido publicado entre os anos de 2005 a 2015. Resultados: foram encontrados 34 artigos, porém, após a análise crítica dos resumos, apenas 18 estudos foram incluídos. Considerações finais: o uso da clorexidina como primer terapêutico após o condicionamento ácido previne a ativação da enzima metaloproteinase que degrada a rede de colágeno causando falhas em restaurações adesivas. Logo, o uso de tal substância deve ser estimulado para evitar falhas em restaurações adesivas, aumentando o tempo de vida útil dessas.<hr/>Objective: to analyze the mechanism of action of chlorhexidine on the matrix metalloproteinases (MMPs) enzymes and their clinical impact. Materials and method: the search strategy included Medline, Lilacs, and Pubmed databases. The articles were selected based on the following criteria: be written in English, Spanish, or Portuguese, be formatted as an original article, have abstracts available, address issues that relate MMPs to adhesive systems and/or the influence of chlorhexidine on these enzymes, and be published between 2005 and 2015. Results: 34 articles were found, but only 18 studies were included after the critical analysis of abstracts. Final considerations: the use of chlorhexidine as a therapeutic primer after acid etching prevents activating the metalloproteinase enzyme that degrades the collagen network, causing failure in adhesive restorations. Therefore, the use of this substance must be encouraged to avoid adhesive failure in restorations, increasing their lifetime. <![CDATA[<b>Odontopediatras e técnicas aversivas no controle do comportamento infantil</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: avaliar o perfil dos odontopediatras e o uso das técnicas aversivas para o controle do comportamento no cotidiano clínico. Sujeitos e método: foi realizado um estudo transversal, censitário, realizado com 33 odontopediatras atuantes na cidade de João Pessoa, regularmente inscritos no Conselho Regional de Odontologia da Paraíba. Os dados foram coletados por meio de questionário, objetivando avaliar: dados sociodemográficos; seleção e indicação das técnicas aversivas; ansiedade do odontopediatra e o consentimento e aceitação das técnicas aversivas pelas crianças/responsáveis. A análise dos dados foi realizada por estatística descritiva. Resultados: os odontopediatras foram representados principalmente pelo sexo feminino (93,9%), graduados há mais de 10 anos (84,8%) e com especialização (45,5%). Entre os profissionais, 84,8% utilizavam as técnicas aversivas, destes, 75,0% utilizavam as técnicas em pelo menos dois a cada 10 pacientes. No entanto, apenas 66,6% consideraram a abordagem do assunto suficiente durante a pós/graduação. A técnica aversiva mais escolhida pelos profissionais foi a contenção de braços, pernas e cabeça sem dispositivos específicos (53,6%), a principal indicação foi para crianças birrentas e agressivas (39,3%) e os profissionais relataram baixa ansiedade para execução das técnicas (46,4%). A maioria dos odontopediatras (60,7%) não solicitava a assinatura do termo de consentimento. Além disso, 92,9% afirmaram que a estabilização protetora não era rejeitada pelos pais, como também, 92,9% não consideraram que a estabilização protetora prejudicasse a aceitação do tratamento odontológico posterior da família do paciente. Conclusão: foi comum os odontopediatras utilizarem as técnicas aversivas para o controle comportamental, porém poucos solicitavam a autorização pelo termo de consentimento.<hr/>Objective: to evaluate the profile of pediatric dentists and the use of aversive techniques for behavior control in the clinical routine. Subjects and method: it was a cross-sectional census study conducted with 33 pediatric dentists working in the city of João Pessoa, PB, Brazil, regularly enrolled in the Regional Council of Dentistry of the state of Paraíba. Data were collected through a questionnaire, aiming to evaluate sociodemographic data, selection and indication of aversive techniques, anxiety of the pediatric dentist, and consent and acceptance of aversive techniques by children/ caregivers. Data was analyzed by descriptive statistics. Results: pediatric dentists were represented mostly by women (93.9%) graduated for over 10 years (84.8%) and specialized in the field (45.5%). Among the professionals, 84.8% used aversive techniques; from these, 75.0% used the techniques in at least two out of 10 patients. However, only 66.6% consider the topic to be sufficiently addressed during post/graduate courses. The aversive technique chosen by most professionals was the restraint of arms, legs, and head without specific devices (53.6%), mainly used in obstinate and aggressive children (39.3%) and performed with low anxiety by professionals (46.4 %). Most pediatric dentists (60.7%) had not requested the signing of the consent form. In addition, 92.9% reported the parents did not reject protective stabilization techniques; also 92.9% did not consider that protective stabilization would interfere with acceptance of subsequent dental treatment from the patient's family. Conclusions: it was common for pediatric dentists to use aversive techniques for behavioral control, but few of them requested authorization through a consent form. <![CDATA[<b>Percepções das gestantes e puérperas sobre a saúde bucal infantil: influência das condições sociodemográficas</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: verificar a associação entre as condições sociodemográficas e a percepção de gestantes e puérperas sobre a saúde bucal dos seus filhos. Sujeitos e método: estudo transversal, censitário, realizado com 100 gestantes e puérperas, atendidas em Maternidade pública de referência no Nordeste do Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevista. A análise dos dados envolveu estatística descritiva e inferencial, através do teste Qui-Quadrado (α=0,05). Resultado: observou- se, das investigadas, considerável conhecimento sobre a saúde bucal na infância. E, considerando as variáveis sociodemográficas, a escolaridade das mães apresentou associação com a questão relacionada ao momento para início dos cuidados bucais (p=0,03). No que diz respeito à renda familiar, foi encontrada associação dessa com as questões relacionadas à higiene dos dentes antes da erupção dentária (p=0,03) e ao momento para início dos cuidados bucais (p=0,04). A principal dúvida das mães em relação ao tema, foi sobre a adequada forma de higienização bucal das crianças (40,6%). Como sugestão para terem acesso a informações, essas propuseram principalmente a realização de palestras na sala de espera dos serviços de assistência médico-hospitalar (23,0%). Conclusão: as mães apresentaram um considerável domínio do tema. Em relação aos dados sociodemográficos, a escolaridade materna foi associada ao início dos cuidados bucais dos filhos, enquanto a renda foi associada à higiene dos dentes antes da erupção dentária e ao momento para início dos cuidados bucais.<hr/>Objective: to verify the association between sociodemographic conditions and the perception of pregnant and puerperal women on the oral health of their children. Subjects and method: cross-sectional census study conducted with 100 pregnant and puerperal women, assisted at the reference public maternity in northeastern Brazil. Data were collected by interview. Data analysis involved descriptive and inferential statistics through the chi-square test (α=0.05). Result: the women investigated showed a considerable knowledge about children's oral health. Additionally, considering sociodemographic variables, the level of education of mothers was associated with the time to start oral care (p=0.03). Family income was associated with oral hygiene before dental eruption (p=0.03) and the time to start oral care (p=0.04). The main doubt of mothers on the subject regarded the appropriate form of children's oral hygiene (40.6%). As a suggestion to access information, they mainly proposed holding talks in the waiting room of the medical assistance services (23.0%). Conclusion: the mothers showed considerable understanding of the topic. Regarding sociodemographic data, maternal level of education was associated with the start of their children's oral care, while income was associated with oral hygiene before dental eruption and time to star oral care. <![CDATA[<b>Conhecimento, frequência e indicações de uso do Tratamento Restaurador Atraumático por cirurgiões-dentistas da rede municipal de saúde de Passo Fundo, RS, Brasil</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt O Tratamento Restaurador Atraumático (TRA) possibilita o tratamento de cárie com o auxílio de instrumentos manuais (curetas odontológicas) e posteriormente a restauração da cavidade com cimento de ionômero de vidro (CIV). Na maioria dos casos, a anestesia e o isolamento absoluto são dispensados. Tal tratamento é realizado em locais onde o acesso a consultórios é impossibilitado ou quando o paciente não tem condições de receber o tratamento convencional. Objetivo: este estudo propôs verificar o conhecimento de Cirurgiões-Dentistas que trabalham na rede municipal de saúde de Passo Fundo, RS sobre o Tratamento Restaurador Atraumático (TRA), suas indicações e frequência de uso na rotina de trabalho clínico. Sujeitos e método: a amostra foi composta por 29 Cirurgiões-Dentistas que estavam trabalhando nas unidades de saúde durante o período da coleta dos dados e responderam a um questionário sobre o TRA. Resultados: verificou-se que a maior parte dos profissionais que já ouviram falar sobre a técnica do TRA (93%), conhecem suas indicações e tem conhecimento principalmente no que se refere aos materiais utilizados (85%), no entanto, confundem o TRA com adequação do meio bucal. Um total de 21 CDs (77,8%) relatam usar a técnica ou já terem utilizado no passado. Conclusão: conclui-se que os CDs conhecem as indicações do TRA, porém necessitam de maior conhecimento no que se refere aos aspectos que diferem o TRA da adequação do meio bucal e tratamento restaurador definitivo. A técnica é utilizada pelos profissionais principalmente no serviço público, com resultados satisfatórios, considerando-a eficaz para ser utilizada na rede de saúde.<hr/>The Atraumatic Restorative Treatment (ART) allows treating caries with the aid of hand tools (dental curette), and then restoring the cavity with glass ionomer cement (GIC). In most cases, anesthesia and absolute isolation are dismissed. This treatment is performed in places with no access to dental offices or when the patient is unable to receive conventional treatment. Objective: this study aimed to verify the knowledge of dental surgeons working in the municipal health network of Passo Fundo, RS, Brazil, on the Atraumatic Restorative Treatment (ART), as well as its indications and frequency of use in the clinical routine. Subjects and method: the sample was composed of 29 dentists working in health facilities during the period of data collection, who answered a questionnaire on ART. Results: it was found that most professionals who have heard of the ART technique (93%) know their indications, especially regarding the materials used (85%). However, these professionals mistake ART for the adequacy of the oral environment. A total of 21 dentals surgeons (77.8%) report using the technique or having used it in the past. Conclusion: it is concluded that dental surgeons know the indications of ART, but need more knowledge regarding the aspects that differ ART from the adequacy of the oral environment and definitive restorative treatment. The technique is mainly used by professionals in the public service, showing satisfactory results that make it effective for use in the health network. <![CDATA[<b>Traumas faciais: uma revisão sistemática da literatura</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução: os traumatismos craniofaciais são observados, diariamente, em hospitais de urgência e acometem especialmente jovens, tendo como causas importantes a agressão física e os acidentes de trânsito. A epidemiologia do trauma de face é importante para seu correto conhecimento e tratamento. Dessa forma, faz-se necessário estabelecer a ocorrência e etiologia desse agravo, de modo a melhor compreendê-lo. Objetivo: o objetivo deste estudo foi realizar uma revisão sistemática da literatura, analisando estudos nacionais sobre traumas faciais quanto aos objetivos, metodologia e resultados nos últimos cinco anos. Materiais e método: revisão sistemática da literatura, na qual dezesseis estudos epidemiológicos foram rastreados nas bases de dados Lilacs, Scielo e BBO do período entre 2010 e 2015. Resultados: o sexo mais acometido foi o masculino. A mandíbula foi o local em que ocorreu maior número de traumas. A faixa etária entre 19 e 40 anos foi a mais afetada. A principal etiologia dos traumas faciais foi a violência interpessoal. Conclusões: políticas de saúde pública devem ser traçadas no intuito de controlar e prevenir esse problema, sendo que a ocorrência dos traumatismos pode ser reduzida por medidas educativas.<hr/>Introduction: craniofacial trauma is observed daily in urgency hospitals, especially affecting young adults. Physical aggression and traffic collisions are its major causes. The epidemiology of facial trauma is important for correct understanding and treatment. Thus, it is necessary to establish the incidence and etiology of this injury in order to achieve a better understanding on the matter. Objective: this study aimed to perform a systematic review of the literature, analyzing Brazilian studies on facial trauma as to their objectives, methodology, and results within the last five years. Materials and method: systematic literature review, in which sixteen epidemiological studies conducted between 2010 and 2015 have been tracked in the Lilacs, Scielo, and BBO databases. Results: men were mostly affected, the mandible was where the highest number of traumas occurred, the age group between 19 and 40 years was the most affected, and the main etiology of facial trauma was interpersonal violence. Conclusions: public health policies must be drawn in order to control and prevent this problem, especially considering that the incidence of traumas may be reduced by educational measures. <![CDATA[<b>Influência dos agentes clareadores de baixa concentração sobre a rugosidade superficial do esmalte bovino</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: avaliar a rugosidade superficial do esmalte bovino após aplicação de clareadores dentais a base de peróxido de hidrogênio, em 3 diferentes formas de apresentação e concentração. Materiais e método: utilizou- se corpos de prova obtidos a partir de 40 unidades de incisivos centrais inferiores bovinos, que foram divididos, aleatoriamente, em 4 grupos experimentais (n=10) e submetidos a diferentes tratamentos clareadores da seguinte maneira: Grupo 1 (controle) - nenhum tratamento clareador; Grupo 2 - clareamento com peróxido de hidrogênio 7,5% (Total Blanc HOME- DFL), durante 1 hora, por 14 dias; Grupo 3 - clareamento com peróxido de hidrogênio 6,5% (3D White Whitestrips- Crest) durante 30 minutos, por 14 dias; e Grupo 4 - clareamento com peróxido de hidrogênio 7,7% (Pretty Smile- DMC) durante 30 minutos, por 14 dias. Cada corpo de prova foi submetido à leitura da rugosidade superficial e os dados obtidos foram submetidos à análise estatística por meio do ANOVA e teste de Tukey, com nível de significância de 5%. Resultados: todos os produtos testados aumentaram a rugosidade superficial do esmalte bovino. Conclusão: o uso do peróxido de hidrogênio em baixas concentrações, nas diferentes formas de apresentação testadas, promoveu um aumento da rugosidade superficial do esmalte de dentes bovinos, proporcional ao seu tempo de atuação.<hr/>Objective: to assess surface roughness of bovine enamel following the application of hydrogen peroxide-based tooth bleaching agents in 3 different forms of presentation and concentration. Materials and method: specimens obtained from 40 bovine lower central incisors were used. They were randomly divided into four experimental groups (n=10) and subjected to the following bleaching treatments: group 1 (control) - no bleaching treatment; group 2 - bleaching with 7.5% hydrogen peroxide (Total Blanc Home-DFL) for 1 hour over 14 days; group 3 - bleaching with 6.5% hydrogen peroxide (3D White Whitestrips-Crest) for 30 minutes over 14 days; and group 4 - bleaching with 7.7% hydrogen peroxide (Pretty Smile-DMC) for 30 minutes over 14 days. All specimens were subjected to surface roughness readings and data obtained were statistically analyzed by ANOVA and Tukey's test at 5% significance level. Results: all products tested increased the surface roughness of bovine enamel. Conclusion: the use of hydrogen peroxide at low concentrations in the different forms of presentation tested promoted increased surface roughness of bovine tooth enamel, proportional to the application time. <![CDATA[<b>Epidemiologia das más oclusões na dentição decídua e fatores associados</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective: this study aimed to evaluate malocclusion occurrence in children with complete primary dentition, describing the most frequent one and verifying potential associations with demographic, socioeconomic, and behavioral variables. Subjects and method: 502 children with complete primary dentition from primary schools in the city of Pelotas, RS, Brazil, were examined. Data was collected based on questionnaires distributed to the mothers, as well as on physical examinations of the oral cavity. The children with malocclusion presented at least one of the following changes: anterior open bite, deep overbite, posterior crossbite, and overjet. Chi-square tests for heterogeneity and linear trend were used to verify associations with demographic, socioeconomic, and behavioral variables. Results: the occurrence of malocclusions in the population studied was 67.5%. From them, 33.6% presented anterior open bite, 22.3% presented deep overbite, 9.8% presented posterior crossbite, and overjet was present in 1.8%. The most frequent malocclusion was anterior open bite, which was directly associated with the use of pacifier (p<0.001), duration of use (p<0.001), and frequency use (p<0.001). There was also an inverse association with children's age (p=0.007) and maternal level of education (p=0.016). An association was found between the number of children and anterior open bite (p=0.039). Conclusion: the population studied presented high prevalence of malocclusions, and anterior open bite was the most frequent one, which was associated with the use of pacifier, as well as the duration and frequency of use.<hr/>Objetivo: o objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de más oclusões em crianças com dentição decídua completa, descrevendo a mais frequente e verificando possíveis associações com fatores demográficos, socioeconômicos e comportamentais. Sujeitos e método: foram examinadas 502 crianças com dentição decídua completa de escolas de educação infantil da cidade de Pelotas, RS, Brasil. Os dados coletados foram baseados nos questionários respondidos pelas mães e nos exames físicos da cavidade bucal das crianças. As crianças ditas com más oclusões apresentavam pelo menos uma das seguintes alterações: mordida aberta anterior, sobremordida, mordida cruzada posterior e sobressaliência. Foram utilizados testes de Qui-Quadrado para heterogeneidade e de tendência linear para a verificação das associações com os fatores demográficos, socioeconômicos e comportamentais. Resultados: a ocorrência de más oclusões na população estudada foi de 67,5%. 33,6% apresentaram mordida aberta anterior, 22,3% sobremordida, 9,8% apresentaram mordida cruzada posterior e 1,8% sobressaliência. A má oclusão mais frequente foi a mordida aberta anterior que apresentou associação direta com o uso da chupeta (p<0,001), com a duração do uso (p<0,001) e com sua frequência (p<0,001), e associação inversa com a idade das crianças (p=0,007) e com a escolaridade materna (p=0,016). Encontrou-se associação entre número de filhos e mordida aberta anterior (p=0,039). Conclusão: a população estudada apresentou alta prevalência de más oclusões e a mordida aberta anterior, que foi a má oclusão mais prevalente, esteve associada ao uso da chupeta e à duração e à frequência do uso dessa. <![CDATA[<b>Avaliação do acesso nas Unidades de Saúde da Família gerenciadas pela Organização Social e pelo município</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: o objetivo desta pesquisa foi avaliar o acesso nas Unidades de Saúde da Família (USF) gerenciadas pelo município de Piracicaba/SP e por uma organização social (OS), localizada na cidade de São Paulo/SP. Sujeitos e Método: para avaliar a qualidade do acesso nas USF foi utilizada a ferramenta Desdobramento da Função Qualidade (QFD) A amostra constituiu-se de 480 voluntários, ou seja, 400 usuários dos serviços e 80 profissionais. Resultados: após as entrevistas com os usuários e profissionais dos serviços de saúde, os resultados mostraram que a maior necessidade dos usuários das USF gerenciadas pelo município e pela OS, foi o agendamento de consultas na USF e o agendamento de consultas no serviço especializado. Conclusão: a pesquisa constatou que as USF gerenciadas pela OS, mesmo tendo maior autonomia administrativa e financeira, não obtiveram melhores resultados no acesso. Portanto, o acesso constitui um desafio na construção do cuidado integral e ações e políticas para a reversão dessa realidade devem ser implantadas para a melhoria dos serviços de saúde no país.<hr/>Objective: this research aimed to evaluate the access to Family Health Units (FHU) managed by the city of Piracicaba, SP, Brazil and by a social organization (SO) located in the city of São Paulo, SP, Brazil. Subjects and method: the Quality Function Deployment (QFD) tool was used to assess the quality of access to FHU.The sample consisted of 480 volunteers, 400 service users and 80 profissionals.Results: after inter- views with healthcare users and professionals, the re- sults showed that the greatest need of users of the FHU managed by the city and the SO was scheduling ap- pointments for the FHU and scheduling appointments for specialized service. Conclusion: the research found that FHU managed by the SO did not obtain better ac- cess results, although having greater administrative and financial autonomy. Therefore, access is a challenge for the construction of integral care; also, actions and po- licies to reverse this reality should be implemented to improve health services in the Brazil. <![CDATA[<b>Avaliação do acesso nas Unidades de Saúde da Família gerenciadas pela Organização Social e pelo município</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: avaliar o efeito do uso de uma adaptação para escova dental em indivíduos afetados pela hanseníase com garra e avaliar sua contribuição na higiene bucal. Sujeitos e método: estudo realizado no Instituto Lauro de Souza Lima, com amostra de dez pacientes com idade acima de 18 anos, apresentando garra ulnar, ou garra ulnar mediano no membro dominante, entre 2013 e 2016. Foram realizadas a identificação dos pacientes, de seu perfil social e da forma clínica da hanseníase e a análise da higienização bucal pelo Índice de Higiene Oral Simplificado (IHO-S). Cada componente desse índice é avaliado em uma escala de 0 a 3. O resultado do IHO-S é dado pela média dos pontos de cada dente, assim classificados: 0 a 1 - higiene satisfatória; 1,1 a 2 - higiene regular; 2,1 a 3 - higiene deficiente. Resultados: o IHO-S dos pacientes foi medido em três momentos: antes da entrega do adaptador; uma semana de uso contínuo do adaptador, 15 dias de uso contínuo do adaptador. Observaram-se valores menores da média e mediana do IHO-S com o uso do adaptador, de acordo com o tempo. O teste estatístico ANOVA confirmou a diferença significativa entre os grupos (p = 0,002196). O teste Tukey registrou a diferença do 1o momento em relação ao 2o (p = 0,02509) e ao 3o (p = 0,002199); não houve diferença estatística significativa entre o 2o e o 3o momentos. O teste de Kruskal-Wallis confirmou a diferença significativa entre os grupos (p = 0,005887). Conclusões: a tecnologia assistiva pode gerar melhora na capacidade funcional. Mesmo considerando o pequeno universo deste estudo, conclui-se que as adaptações podem contribuir para a melhora da qualidade de vida e também para a melhor qualidade da higiene bucal de tal população.<hr/>Objective: to evaluate the effect of using a toothbrush adaptation on individuals affected by leprosy with claw-hand and to evaluate its contribution for oral hygiene. Subjects and method: a study carried out at the Lauro de Souza Lima Institute between 2013 and 2016 with a sample of ten patients over 18 years of age presenting ulnar claw or ulnar/median claw in the dominant limb. Methods included the identification and social profiling of the patient, clinical form of leprosy, and analysis of oral hygiene by the Simplified Oral Hygiene Index (OHI-S). Each component of this index is evaluated on a scale from 0 to 3. The OHI-S result is determined by the mean score of each tooth, thus classified as 0 to 1 - satisfactory hygiene, 1.1 to 2 - regular hygiene, and 2.1 to 3 - poor hygiene. Results: the OHI-S of patients was measured at the following three moments: before handing out the adapter, after one week of continuous use of the adapter, and after 15 days of continuous use of the adapter. There were lower mean and median OHI-S values with the use of the adapter according to the period. The ANOVA statistical test confirmed the significant difference between the groups (p = 0.002196). Tukey's test recorded the difference of the 1st moment relative to the 2nd (p = 0.02509) and 3rd (p = 0.002199) moments. There was no significant statistical difference between 2nd and 3rd moments. The Kruskal-Wallis test confirmed the significant difference between the groups (p = 0.005887). Conclusions: assistive technology may improve functional capacity. Even when considering the small universe of this study, it may be concluded that the adaptations can contribute to the improvement of quality of life and to better quality of oral hygiene of this population. <![CDATA[<b>Avaliação do grau de conhecimento do cirurgião-dentista a respeito das manchas de sangue no contexto forense</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: o presente trabalho buscou verificar o grau de conhecimento do cirurgião-dentista sobre aspectos relacionados ao efeito forense do sangue cenográfico em diferentes superfícies, bem como confirmar a reprodutibilidade de modelos de manchas propostos por Simonin¹ (1966), variando ângulos de incidência e superfícies. Métodos: a amostra foi constituída por cirurgiões-dentistas dos cursos de atualização e especialização da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da Associação Brasileira de Odontologia, Porto Alegre, RS. Para a realização da pesquisa, foram criados quatro tipos de manchas de sangue teatral com morfologias diferentes ("esfregaço", "poça" ou "contato", "escorrimento" e "espargimento") em superfícies de papel (folha A4) e outras seis manchas variando a angulação (45º e 90º) em três superfícies distintas (jeans, pano e papel). Após, os componentes da amostra avaliaram as imagens. As respostas foram tabuladas e analisadas estatisticamente. Resultados: sobre a composição das manchas, 53,2% (n=33) dos pesquisados acertaram a questão. Em relação à classificação das manchas, o tipo esfregaço obteve um escore de acertos de 82,3% (n=51) e a angulagem que mais atingiu respostas corretas foi de 90 graus, com 69,3% (n= 43). Conclusão: foi possível concluir que, embora a maioria dos pesquisados tivessem conhecimentos parciais em relação ao tema proposto, desconhecem que a perícia em vestígios como manchas ou líquidos oriundos da cavidade bucal ou nela presentes é uma das áreas de competência para atuação do especialista em Odontologia Legal.<hr/>Objective: this study aimed to verify the level of knowledge of dental surgeons on aspects related to the forensic effect of stage blood on different surfaces, as well as to confirm the reproducibility of stain models proposed by Simonin¹ (1966), varying incidence angles and surfaces. Methods: the sample consisted of dental surgeons from extension and specialization courses of the School of Professional Development of the Brazilian Dental Association, Porto Alegre, RS, Brazil. To conduct the research, four types of stage blood stains were created with different morphologies ("smear", "puddle" or "contact", "runoff", and" sprinkling") on paper surfaces (A4 sheet); also, six other stains were created with varying angle (45° and 90°) on three different surfaces (jeans, cloth, and paper). Then, the sample individuals evaluated the images. The responses were tabulated and analyzed statistically. Results: 53.2% (n=33) of respondents answered the composition of stains correctly. Regarding the classification of stains, the "smear" type achieved a score of 82.3% (n=51) of right answers. The angulation showing more correct answers was 90 degrees, with 69.3% (n=43). Conclusion: it was possible to conclude that, although the majority of respondents had partial knowledge on the topic proposed, they were unaware that the expertise in trace elements such as stains or liquids from the oral cavity or present in it is one of the areas of competence for the work of the specialist in forensic dentistry. <![CDATA[<b>Celulite facial em lábio inferior oriunda de acne inflamada: relato de caso</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300014&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introdução: a celulite facial é a difusão de processo inflamatório por planos subcutâneos em tecidos moles, podendo ter sua etiologia oriunda de variados fatores, sendo, dentre eles, a origem odontogênica a mais comumente encontrada. Entretanto, a celulite facial pode também estar relacionada a causas menos comuns, como processos infecciosos de origem não odontogênica. Objetivo: o presente relato de caso vem a elucidar o início de um processo infeccioso gerado por acne inflamada na borda inferior do lábio, a qual foi a porta de entrada para bactérias, o que gerou a difusão do processo inflamatório para planos subcutâneos e originou uma celulite facial. Relato de caso: pelo fato de não haver agente causal específico, como as originadas por causa odontogênica, foi estabelecido tratamento com antibióticoterapia de amplo espectro, associado à meticulosa higienização e terapia com calor, a fim de induzir abscedação espontânea. Exames específicos laboratoriais também foram solicitados para maior segurança e diagnóstico preciso do profissional. A evolução do caso transcorreu em oito dias, de forma rápida e aguda, principalmente nos primeiros cinco dias. Considerações finais: conforme relatado no caso, a interação entre o cirurgião-dentista e o médico bem como a presença da interdisciplinaridade foram fatores fundamentais no tratamento como um todo e para a resolução do caso de forma satisfatória, uma vez que a ocorrência de celulite facial nessa área não é geralmente presenciada.<hr/>Introduction: facial cellulitis is the diffusion of inflammatory process by subcutaneous planes in soft tissues; its etiology potentially comes from several factors and the odontogenic origin is the one most commonly found. However, facial cellulitis may also be related to less common causes, such as infectious processes from non-odontogenic origin. Objective: the present case report clarifies the beginning of an infectious process generated by inflamed acne lesions on the lower lip border, which was the gateway to bacteria, producing the diffusion of inflammatory process to subcutaneous planes and originating facial cellulitis. Case report: because there is no specific causal agent such as those produced by odontogenic causes, the treatment with broad-spectrum antibiotic therapy has been established, associated with meticulous hygiene and heat therapy to induce spontaneous abscessation. Specific laboratory tests were also requested for higher safety and accurate diagnosis of the professional. The evolution of the case occurred in the course of 8 days, quickly and acutely, especially in the first 5 days. Final considerations: as reported in the case, the intimate interaction between the dentist and the physician, and the presence of interdisciplinarity were fundamental factors in the treatment as a whole to solve the case satisfactorily, considering the occurrence of facial cellulitis in such areas are not usually witnessed. <![CDATA[<b>Conhecimento dos cirurgiões-dentistas do município de Capão da Canoa sobre o atendimento a pacientes oncológicos</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300015&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: avaliar, por meio de um questionário, o nível de conhecimento do cirurgião-dentista sobre o atendimento a pacientes oncológicos. Sujeitos e método: foram distribuídos 51 questionários no município de Capão da Canoa, RS, sendo que 23 foram respondidos. Resultados: a maioria dos profissionais usa clorexidina 0,12% como antisséptico bucal durante o atendimento a pacientes em tratamento de quimioterapia e/ou radioterapia, e não faria exodontia de terceiros molares e dentes parcialmente erupcionados nesses pacientes. Ainda, 52,17% não indicariam colocação de implantes após a terapia radioterápica, os demais indicariam, no mínimo, após um ano do tratamento. Para a realização de exodontias e evitar a osteorradionecrose, 21,73% só fariam após 6 meses, 39,13% após 1 ano e o restante após 3 anos ou mais. Para infecções fúngicas, o medicamento mais apontado foi a Nistatina. No caso de infecções virais, a maioria não respondeu. Dos entrevistados, 43,47% não saberiam fazer o diagnóstico de mucosite, já quanto ao seu tratamento, a maioria não respondeu. A xerostomia foi a complicação bucal mais apontada entre os problemas que esses pacientes podem apresentar, sendo as infecções também bastante citadas. Para que essas alterações possam ser diagnosticadas precocemente e se saiba como agir durante o tratamento dos pacientes oncológicos, os entrevistados responderam que é necessário verificar as condições bucais do paciente antes do início do tratamento radioterápico e fazer contato com o médico responsável para saber do estado de saúde geral do paciente. Conclusão: muitos dentistas ainda têm dúvidas sobre o atendimento a pacientes oncológicos, não sabendo realizar um protocolo para o atendimento desses.<hr/>Objective: to evaluate, through a questionnaire, the level of knowledge of dentists on the care for cancer patients. Subjects and method: 51 questionnaires were distributed in the city of Capão da Canoa, RS, Brazil, and 23 of them were answered. Results: most professionals use 0.12% chlorhexidine as mouthwash during the care for patients undergoing chemotherapy and/or radiotherapy, and these professionals would not extract the third molars and partially erupted teeth of these patients. 52.17% would not indicate installing implants after radiotherapy, and the remaining respondents would do it after 1 year at least. To perform extractions and avoid osteoradionecrosis, 21.73% of professionals would do it only after 6 months, 39.13% after 1 year, and the remaining would do it after 3 years or more. For yeast infections, the most indicated drug was Nystatin. In the case of viral infections, most did not respond. 43.47% of respondents would not know how to diagnose mucositis, and most of them did not respond regarding its treatment. Xerostomia was the oral complication most often mentioned among the problems these patients may present; infections were also mentioned. For the early diagnosis of these changes and for knowing how to act during the treatment of cancer patients, the respondents answered that it is necessary to verify the oral condition of patients before starting radiotherapy and to contact the physician in charge to learn about the general health status of the patient. Conclusion: several dentists still have doubts about the care for cancer patients, not knowing how to perform a protocol to care of these patients. <![CDATA[<b>Reprodutibilidade de diagnósticos da articulação temporomandibular utilizando imagem por ressonância magnética de 0,5 e 1,5 Tesla</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300016&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Introduction: magnetic resonance imaging is described as the reference standard for the evaluation of temporomandibular joint soft tissues; however, the literature shows conflicting results regarding the reproducibility of this method. Objective: this study aimed to assess the reproducibility of temporomandibular joint diagnoses using magnetic resonance imaging at 0.5 and 1.5 Tesla. Methods: a trained observer analyzed 212 temporomandibular joint images (134 at 0.5T and 78 at 1.5T) and diagnosed the presence or absence of nine conditions. Results: overall agreement was over 80% in both magnetic resonance units, with no significant differences (P > 0.05). Images at 0.5T and 1.5T provided excellent reproducibility for anterior disc displacement without reduction (κ = 0.82 and 0.80, respectively), hypermobility (κ = 0.84 and 0.90), and hypomobility (κ = 0.80 and 0.95), while fair to moderate values were obtained for anterior disc displacement with reduction (κ = 0.48 and 0.42) and disc shape changes (κ = 0.45 and 0.37). Conclusion: magnetic resonance imaging diagnoses at 0.5T and 1.5T presented good agreement. However, the lowest reproducibility for anterior disc displacement with reduction and disc shape change reveals the difficulty to diagnose these disorders.<hr/>Introdução: a imagem por ressonância magnética é descrita como o exame de referência para a avaliação dos tecidos moles da articulação temporomandibular, entretanto, a literatura revela resultados conflitantes quanto à reprodutibilidade desse método. Objetivo: o objetivo do estudo foi avaliar a reprodutibilidade de diagnósticos da articulação temporomandibular utilizando a imagem por ressonância magnética de 0,5 e 1,5 Tesla. Métodos: um observador treinado analisou 212 imagens da articulação temporomandibular (134 em 0,5T e 78 em 1,5T) e diagnosticou a presença ou ausência de nove desordens. Resultados: a concordância geral foi superior a 80% em ambas as unidades de ressonância magnética, sem diferença significativa (P > 0,05). As imagens em 0,5T e 1,5T obtiveram excelente reprodutibilidade para deslocamento anterior de disco sem redução (κ= 0,82 e 0,80 - respectivamente), hipermobilidade (κ = 0,84 e 0,90) e hipomobilidade (κ = 0,80 e 0,95), enquanto valores médios a moderados foram alcançados para deslocamento anterior de disco com redução (κ = 0,48 e 0,42) e alteração de forma do disco (κ = 0,45 e 0,37). Conclusão: os diagnósticos de imagem por ressonância magnética de 0,5T e 1,5T apresentaram boa concordância, entretanto, a menor reprodutibilidade para deslocamento anterior de disco com redução e alteração de forma do disco revela a dificuldade do diagnóstico dessas desordens. <![CDATA[<b>Conhecimento, atitudes e práticas dos estudantes de Odontologia com relação a pacientes HIV positivos</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300017&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivos: avaliar o perfil sociodemográfico, o conhecimento, as atitudes e práticas de 176 alunos dos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Métodos: foi feito um estudo transversal aplicando-se um questionário por meio da ferramenta on-line Qualtrics, disponibilizado pela PUCRS. Resultados: dos estudantes que compuseram a amostra, 76% eram do sexo feminino, solteiros, com idade média de 28 anos e 6 meses; 80% associavam a elevada frequência da candidíase bucal à imunossupressão promovida pelo vírus; 70% vincularam o eritema gengival linear e a leucoplasia pilosa com a referida doença e 53% dos alunos sabiam da possibilidade de ocorrer, nos portadores, xerostomia, hipossialia e aumento de volume das glândulas salivares maiores. Aproximadamente, 90% dos participantes tratavam todos os pacientes como potencialmente infectados e preocupavam- se com o risco profissional para o HIV, 70% da amostra acreditaram na impossibilidade de recusar o atendimento de soropositivos. Conclusão: os resultados demonstraram múltiplas informações sobre a capacitação e as expectativas dos estudantes da graduação e da pós-graduação (oriundos ou não da PUCRS), retratando o perfil dos profissionais que estão sendo formados em distintas universidades, que estarão disponíveis para atender os portadores de tal enfermidade.<hr/>Objectives: to assess social and demographic profile, knowledge, attitudes, and practices of 176 undergraduate and graduate students of the School of Dentistry of the Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul (PUCRS), Brazil. Subjects and methods: a cross-sectional study was performed with the application of the online Qualtrics questionnaire. Results: seventy-six percent of students from the sample were single women aged 28 years and 6 months in average. Eighty percent of them associated the high frequency of oral candidiasis to the immunosuppression caused by the virus, 70% linked linear gingival erythema and hairy leukoplakia to said disease, and 53% of respondents was aware of the potential for xerostomia, hyposialia, and volume increase of the large salivary glands. About 90% of participants treated all patients as potentially infected and were concerned with the professional risk for HIV. Seventy percent of the sample believed it would be impossible to refuse assistance for seropositive patients. Conclusion: the results showed multiple information on capacity and expectation of undergraduate and graduate students (either from PUCRS or not), portraying the professional profile in formation at different universities, which will be offered to care for patients with this disease. <![CDATA[<b>Mucopolissacaridose: características e alterações bucais</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300018&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: realizar uma revisão de literatura sobre as mucopolissacaridoses, abordando as características sistêmicas associadas às bucais, e, assim, possibilitar um tratamento odontológico adequado e uma melhor qualidade de vida aos pacientes. Revisão de literatura: a mucopolissacaridose é uma desordem metabólica hereditária, causada por erros inatos do metabolismo que provocam deficiência das enzimas lisossômicas que degradam os glicosaminoglicanos, ocasionando acúmulo destes no interior dos diferentes tecidos e órgãos. Esse acúmulo anormal compromete a função celular e orgânica, levando a um grande número de manifestações clínicas progressivas e multissistêmicas. As manifestações orais variam de acordo com o tipo de mucopolissacaridoses e são bastante significativas. Em sua maioria, os indivíduos apresentam boca grande, lábios proeminentes, macroglossia, mordida aberta anterior, mandíbula pequena e larga, limitação da abertura bucal, hiperplasia gengival, respiração bucal, impacção dentária, hipoplasia do esmalte, diastemas com relativa microdontia, taurodontismo, hiperplasia dos folículos dentais e cistos dentígeros. O acompanhamento deve ser multidisciplinar e mantido ao longo do tempo, monitorando-se a evolução do paciente, prevendo-se qualquer complicação e corrigindo-se as disfunções que se apresentarem, bem como se avaliando a eficácia da terapia instituída. Considerações finais: são inúmeras as manifestações bucais, portanto, é necessário que o profissional conheça as mucopolissacaridoses e que acompanhe o paciente desde a infância até a fase adulta, objetivando a prevenção, a manutenção da saúde bucal, o atendimento especializado e multidisciplinar.<hr/>Objective: to perform a literature review on mucopolysaccharidosis addressing systemic characteristics associated with oral features, thus allowing a proper dental treatment and a better quality of life of the patient. Literature review: mucopolysaccharidosis is an inherited metabolic disorder caused by innate errors of metabolism, which cause the deficiency of lysosomal enzymes that degrade glycosaminoglycans and cause their accumulation within different tissues and organs. This abnormal accumulation compromises cellular and organic functions, leading to a great number of progressive and multisystemic clinical manifestations. Oral manifestations vary according to the type of mucopolysaccharidosis and are of major importance. Most individuals present large mouth, prominent lips, macroglossia, open anterior bite, small and wide mandible, limited mouth opening, gingival hyperplasia, mouth breathing, dental impaction, enamel hypoplasia, diastema with relative microdontia, taurodontism, hyperplasia of dental follicles, and dentigerous cysts. Follow-up should be continuous and multidisciplinary, monitoring patient evolution, foreseeing potential complications, and correcting rising dysfunctions, as well as evaluating therapy effectiveness. Final considerations: there are countless oral manifestations, so the professional is required to know mucopolysaccharidoses and monitor patients from childhood to adulthood, aiming to offer prevention, oral health maintenance, and specialized and multidisciplinary care. <![CDATA[<b>Prevalência de injúrias em tecidos moles em pacientes atendidos em um centro especializado no tratamento de traumatismos dentários</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300019&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: avaliar a prevalência de lesões de tecidos moles em crianças que sofreram traumatismo alveolodentário na dentição decídua, atendidas em um serviço especializado da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas. Métodos: os dados coletados dos prontuários dos pacientes atendidos de 2002 a 2011 foram: idade, sexo, injúria em tecidos moles e severidade do traumatismo. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e associações foram feitas pelo Teste Qui-Quadrado, utilizando o programa Stata 11.0. Resultados: dos 707 prontuários analisados, 603 crianças foram incluídas no estudo. Desse total, 51,41% apresentaram lesões em tecidos moles, além das injúrias dentárias. A maior prevalência de lesões em tecidos moles foi em crianças de 25 a 36 meses (24,71%) e entre o sexo masculino (58,87%). A presença de lesões em tecidos moles foi estatisticamente significante em relação à severidade do traumatismo (p≤0,001) e à idade da criança (p=0,004), no entanto, não foi observada diferença em relação ao sexo. A lesão em tecido mole mais prevalente foi a laceração, tanto na região extraoral (46,75%) quanto na intraoral (64,10%), seguida por contusão e abrasão. Considerando todos os tipos de lesões, a região intraoral foi a mais atingida (50,32%). Conclusão: as lesões em tecido mole estão presentes em grande parte das crianças que sofrem traumatismo (51,41%), portanto, é necessário ressaltar a importância do exame e do tratamento dessas lesões.<hr/>Objective: to evaluate the prevalence of soft tissue injuries in children who suffered alveolodental trauma in primary teeth and were assisted at a specialized service of the School of Dentistry of the Federal University of Pelotas, RS, Brazil. Methods: data collected from the medical records of patients treated from 2002 to 2011 included age, gender, soft tissue injury, and severity of dental trauma. Data were analyzed by descriptive statistics and associations were made with the chi-square test, using the Stata 11.0 software. Results: from 707 medical records analyzed, 603 children were included in the study. From this total, 51.41% presented soft tissue injuries, besides dental injuries. The highest prevalence of soft tissue injuries was for children aged 25 to 36 months (24.71%) and for the male gender (58.87%). The presence of soft tissue injuries was statistically significant in relation to the severity of dental trauma (p≤0.001) and the age of children (p=0.004), but there was no difference considering gender. The most prevalent soft tissue injury was laceration, both intraoral (64.10%) and extraoral (46.75%), followed by contusion and abrasion. Considering all types of injuries, the intraoral region was mostly affected (50.32%). Conclusion: soft tissue injuries are present in a great portion of children who suffer trauma (51.41%), so it is worth noting the importance of examining and treating such injuries. <![CDATA[<b>Terapias para regeneração do disco articular</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300020&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: o presente estudo revisou a literatura científica em busca das perspectivas e dos principais desafios enfrentados pelas terapias de regeneração do disco articular. Revisão de literatura: a disfunção temporomandibular (DTM) é uma desordem de etiologia multifatorial em que patologias, deformidades e mau posicionamento do disco da articulação temporomandibular (ATM) estão presentes em até 70% dos casos diagnosticados. Dessa forma, o emprego de conhecimentos e princípios da engenharia tecidual para o desenvolvimento de terapias que busquem a regeneração do disco articular pode ser uma opção de tratamento futuro. Células-tronco mesenquimais (MSC) são frequentemente empregadas, apresentando a capacidade de se diferenciar em condrócitos e depositar tecido semelhante ao da ATM. Estudos têm apontado que essas células podem apresentar melhor regeneração que células removidas da própria ATM lesionada, que apresentam uma menor deposição de matriz extracelular. Abordagens para reconstrução têm empregado, principalmente, scaffolds sintéticos, como polímeros e hidrogéis, assim como scaffolds naturais de origem colágena. Esses materiais têm possibilitado a proliferação celular e a deposição de matriz extracelular. Técnicas de descelularização com diversos solventes orgânicos têm apresentado a capacidade de não desenvolver resposta imune, sendo possível sua utilização. A utilização de fatores de crescimento parece contribuir significativamente na sinalização e diferenciação celular, incrementando a deposição de tecido cartilaginoso. Considerações finais: apesar de a regeneração tecidual do disco articular se apresentar como uma provável opção de tratamento para os diversos tipos de DTM, a literatura ainda se encontra em fase inicial de investigação, com estudos predominantemente in vitro e in vivo.<hr/>Objective: the present study reviewed the scientific literature searching for perspectives and main challenges faced by joint disc regeneration therapies. Literature review: temporomandibular dysfunction (TMD) is a multifactorial etiology disorder in which pathologies, deformities, and malposition of the temporomandibular joint (TMJ) are present in up to 70% of diagnosed cases. Thus, applying knowledge and principles of tissue engineering for the development of therapies that seek joint disc regeneration may be an option for future treatment. Mesenchymal stem cells (MSC) are often employed with the ability to differentiate into chondrocytes and deposit tissue similar to that of TMJ. Studies have pointed out that these cells may present better regeneration than cells removed from the injured TMJ itself, which presents lower deposition of extracellular matrix. Approaches to reconstruction have used mainly synthetic scaffolds such as polymers and hydrogels, as well as natural scaffolds of collagen origin. These materials have enabled cellular proliferation and deposition of extracellular matrix. Techniques of decellularization with several organic solvents have shown the ability of not developing immune response, allowing its use. The use of growth factors seems to contribute significantly to cell signaling and differentiation, increasing the deposition of cartilaginous tissue. Final considerations: although tissue joint disc regeneration presents itself as a potential treatment option for the different types of TMD, the literature is still in an early stage of investigation with predominantly in vitro and in vivo studies. <![CDATA[<b>Ocorrência de doença periodontal, cárie e perda dentária em tabagistas pacientes de uma clínica-escola de Odontologia no sul do estado de Minas Gerais: estudo caso-controle</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300021&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: comparar a ocorrência de doença periodontal, cárie e perda dentária em tabagistas de ambos os gêneros, adultos, admitidos para tratamento odontológico integrado em uma escola de odontologia, comparados a um grupo-controle não tabagista. Métodos: foram avaliados exames clínicos dentários e periodontais em prontuários de 31 pacientes fumantes e de 46 não fumantes, quanto à ocorrência de: sangramento e/ ou supuração gengival; perda de suporte periodontal por bolsa ou retração gengival; hipermobilidade dentária; dentes cariados, restaurados e dentes perdidos. Para comparar as médias entre os grupos, foi utilizado o teste t de Student (p≤ 0,005) e a correlação entre as variáveis foi obtida por análise multivariada. Resultados: os tabagistas relataram fumar, em média, 11,32 ± 8,599 cigarros/dia, sendo que 54,83% deles fumavam mais de 10 cigarros/dia. Observou-se que as variáveis: número de dentes com perda de inserção, bolsa periodontal, retração gengival, hipermobilidade, sangramento/ supuração, perda média de inserção (em mm) e idade estão altamente correlacionadas e são diretamente proporcionais. O número de dentes hígidos foi inversamente proporcional à idade e o índice de placa correlacionou-se com o número de dentes cariados, perdidos e com cálculo. Entretanto, não foi observada diferença estatisticamente significativa entre os grupos para nenhum parâmetro, exceto quanto à perda dentária, com os fumantes apresentando, em média, mais dentes perdidos do que os não fumantes (p=0,0171). Conclusão: o tabagismo não influenciou significativamente na ocorrência de cárie ou de doença periodontal na população estudada, porém os fumantes têm maior perda dentária do que os não fumantes, e deveriam ser aconselhados a abandonar o tabaco.<hr/>Objective: to compare the occurrence of periodontal disease, caries, and tooth loss in adult smokers of both genders admitted for integrated dental treatment in a dental school, to a non-smoker control group. Methods: dental and periodontal clinical exams were evaluated in medical records of 31 smokers and 46 non-smokers regarding the occurrence of bleeding and/or gingival suppuration, loss of periodontal support by pocket or gingival retraction, tooth hypermobility, and decayed, missing, and filled teeth. Student t test (p≤0.005) was used to compare the averages between groups, and the correlation between variables was obtained by multivariate analysis. Results: smoker patients reported smoking an average of 11.32 ± 8.599 cigarettes/day and 54.83% of them smoked more than 10 cigarettes/day. It was observed that variables of number of teeth with insertion loss, periodontal pocket, gingival retraction, hypermobility, bleeding/suppuration, average insertion loss (in mm), and age are highly correlated and directly proportional. The number of healthy teeth was inversely proportional to age, and plaque index was correlated to the number of decayed and lost teeth and dental calculus. However, no statistically significant difference was observed between groups for any parameter, except for tooth loss, with smokers having an average of more lost teeth than non-smokers (p=0.0171). Conclusion: smoking did not significantly influence the occurrence of caries or periodontal disease in the population studied, but smokers present higher tooth loss than non-smokers, and they should be advised to quit smoking. <![CDATA[<b>Utilização de prototipagens em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial: relato de casos</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-40122016000300022&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: apresentar as possibilidades da utilização da prototipagem (biomodelos) em cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial por meio do relato de casos clínicos. Relato de casos: o presente estudo abrange três situações clínicas, sendo o primeiro caso o de um paciente com osteorradionecrose associado à fratura patológica devido à evolução do quadro de osteólise, sendo realizada a ressecção do segmento e a adaptação da placa de reconstrução no biomodelo. O segundo caso relata a presença de um ameloblastoma multicístico, abrangendo a sínfise, a para-sínfise e o corpo da mandíbula, sendo utilizada a prototipagem para adaptação da placa cirúrgica de reconstrução. No último relato, a paciente foi diagnosticada com Tumor Epitelial Calcificante, desde a linha média da maxila até a fossa ptérigo- maxila do lado esquerdo. Por intermédio do uso de biomodelos, foi possível confeccionar uma prótese total implantossuportada que realizasse o vedamento do defeito ósseo. Considerações finais: é notável que o uso de biomodelos é auxiliar no planejamento e na execução cirúrgica, expandindo alternativas de tratamento que possibilitem a reabilitação do paciente com técnicas cirúrgicas mais eficazes, com menor morbidade e maior rapidez cirúrgica.<hr/>Objective: to present the possibilities for using prototyping (biomodels) in Oral and Maxillofacial Surgery and Traumatology through the reporting of clinical cases. Case reports: the present study covers three clinical situations. The first one is a patient with osteoradionecrosis associated with pathological fracture due to an evolution of osteolysis condition, whereas fragment resection was performed, as well as the adaptation of the reconstruction plate on the biomodel. The second case reports the presence of a Multicystic Ameloblastoma covering symphysis, parasymphysis, and mandible body, and prototyping and adaptation of the reconstruction surgical plate were used. The last report was of a patient diagnosed with Calcifying Epithelial Tumor from the midline of the maxilla to the left pterygoid-maxillary fossa. The use of biomodels allowed producing an implant-supported complete denture that would seal the bone defect. Final considerations: it is notable that the use of biomodels aid surgical planning and execution, expanding treatment alternatives that enable the rehabilitation of the patient with more effective surgical techniques, less morbidity, and less surgical time.