Scielo RSS <![CDATA[Arquivos em Odontologia]]> http://revodonto.bvsalud.org/rss.php?pid=1516-093920160001&lang=pt vol. 52 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://revodonto.bvsalud.org/img/en/fbpelogp.gif http://revodonto.bvsalud.org <![CDATA[<b>Percepção de estudantes de pós-graduação em educação infantil sobre hábitos orais de pré escolares</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Aim: This cross-sectional study aimed to assess the perception of graduate students in early childhood education programs about the oral habits of preschoolers. Methods: All 47 graduate students enrolled in the early childhood education program at the Federal University of Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte, Brazil from 2012 to 2013 participated in the study. Participants were approached during their lecture classes and were asked to respond to a pre-tested self-completion questionnaire. Data analysis involved descriptive statistics. Results: The majority of participants were women (95.7%) between 25 and 46 years of age, with a mean of 32.3 years of age (SD = 4.36). Most believed that all children should be bottle fed (91.5%) and use a pacifier (80.9%). The majority also reported that they would like to receive further information on oral health (91.5%). Conclusion: Graduate students in the early childhood education field can be important allies in promoting oral health. However, they need to acquire further knowledge on the subject during their professional training.<hr/>Objetivo: O objetivo deste estudo transversal foi avaliar a percepção de estudantes de especialização em educação infantil sobre hábitos orais de pré escolares. Material e Métodos: Todos os 47 estudantes de pós-graduação, matriculados no curso de Especialização em Educação Infantil da Universidade Federal de Minas Gerais durante 2012 e 2013, participaram do estudo. Os participantes foram abordados durante as aulas teóricas e responderam a um questionário pré-testado. Os dados foram analisados por análise descritiva. Resultados: A maioria dos participantes era mulher (95,7%), com idade variando de 25 a 46 anos, cuja média foi de 32,3 anos (DP = 4.36). Muitos deles acreditavam que todas as crianças deveriam usar mamadeira (91,5%) e usar chupeta (80,9%). A maioria relatou que gostaria de receber mais informações sobre o tema (91,5%). Conclusão: Estudantes de pós-graduação envolvidos com educação infantil são importantes promotores da saúde bucal. Entretanto, eles necessitam adquirir maiores conhecimentos desta temática. <![CDATA[<b>Avaliação do conhecimento prévio e adquirido sobre cárie dentária em graduandos de Odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Avaliar conhecimento prévio e adquirido sobre cárie dentária de graduandos em Odontologia da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES. Material e Métodos: Este estudo exploratório teve como grupo amostral (N = 121) acadêmicos de Odontologia do 1o ao 8o períodos. Um questionário sobre os conhecimentos prévios e adquiridos sobre cárie dentária foi aplicado aos estudantes. A análise dos dados foi realizada de forma descritiva (frequências absolutas e relativas) e analítica (testes qui-quadrado e McNemar; p < 0,05). Resultados: Foi observado que quanto ao conceito da cárie dentária, 52,9% adquiriram de 1ª a 4ª séries, e 31,4% de 5ª a 8ª séries. Maior parte do conhecimento obteve-se da graduação em Odontologia (38,8%), da casa/família (28,1%) e dentista particular (13,2%). Os alunos afirmaram que o conhecimento foi aplicado na prática diária (90,1%) e melhorou a própria saúde bucal (95,0%). Foi observada diferença significativa nas respostas quanto à consequência da cárie dentária e necessidade de restauração entre alunos do início do curso (1º período) e do meio e final do curso (4º e 8º períodos) (qui-quadrado; p < 0,05). No entanto, não houve diferença estatística entre os alunos do 4º e 8º períodos. Quanto ao conhecimento sobre cárie dentária dos acadêmicos do 4º período "antes" e "após'' a inserção no curso de Odontologia, observou-se melhora estatisticamente significante após o ingresso na faculdade (McNemar; p < 0,05). Conclusão: Estudantes passaram adquirir conhecimento efetivo sobre cárie dentária somente após ingressarem na faculdade, tornando-se evidente após o 4º período do curso. Houve relevância das informações coletadas com prática de saúde bucal.<hr/>Aim: To evaluate the knowledge about dental caries that had been acquired both previously and during the undergraduate Dentistry course at the Federal University of Espírito Santo (UFES). Methods: This exploratory study was conducted with a sample group (n = 121) of undergraduate Dentistry students from the first to eighth semesters. A questionnaire about the knowledge of dental caries acquired before and during the Dentistry course was applied to the students. Data was analyzed by descriptive (absolute and relative frequencies) and analytical (chi-square test and McNemar test; p < 0.05) statistics. Results: It was observed that 52.9% of the students had learned about the concept of caries in elementary school, while 31.4% reported having learned about the concept during middle school. A large percentage of the students (38.8%) responded that they had acquired most of their knowledge about dental caries during Dental School, while 28.1% and 13.2% stated that it was from their home/family and private dentist, respectively. For 90.1% of the students, their knowledge about dental caries is used on a daily basis, and 95% reported that this knowledge improved their oral health. A significant difference was observed in the responses from first-year students (first period) when compared to the students from the middle (fourth period) and final (eighth period) years of the course as regards the consequences of dental caries and the need for restoration (chi-square, p < 0.05). However, no statistical difference was observed between fourth and eighth periods. Comparing the overall knowledge about dental caries before and during dental school, a significant improvement was observed only after the fourth period (McNemar test, p < 0.05). Conclusion: Relevant knowledge about dental caries was mostly acquired by the students during dental school, especially after the fourth period. Relevance from the collected data and improvement of oral self-care were also observed. <![CDATA[<b>A importância do preenchimento adequado dos prontuários para evitar processos em Odontologia</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Realizar uma revisão na literatura, buscando orientar os profissionais e graduandos em odontologia para a elaboração dos documentos clínicos que compõem o prontuário odontológico do paciente evitando processos. Material e Métodos: A partir de uma elaboração adequada, foram realizados anamnese, exame clínico, plano de tratamento, evolução e intercorrências, contrato de prestação de serviços, confecção de atestados, receitas odontológicas, bem como o consentimento livre e informado e o arquivamento de exames complementares. Foi feita uma revisão da literatura nas principais bases de dados em saúde (Lilacs, Pubmed e Scielo) utilizando como palavras chaves: "prática profissional", "responsabilidade legal" e "ética odontológica", entre os anos de 1996 e 2014, nos idiomas português, inglês e espanhol. Também foram consultados livros da Biblioteca da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Conclusão: É necessário estabelecer uma relação de confiança e amizade durante todo o tratamento, sempre informando e sendo transparente nas ações, além de manter um exame clínico detalhado, um prontuário atualizado e organizado de forma que não comprometa sua validade sob o aspecto legal.<hr/>Aim: This study aimed to review the literature, seeking to guide professionals and students in dentistry for the preparation of clinical documents that make up patient dental records in an attempt to avoid lawsuits. Methods: This study starts with the analysis of an appropriate preparation, interview, clinical examination, treatment plan, evolution and complications, service contract, preparation of certificates, and dental revenues, as well as the free and informed consent form and the archiving of laboratory tests. A literature review in the main health databases was carried out (Lilacs, Pubmed and Scielo), using as keywords "professional practice", "liability", and "dental ethics", between 1996 and 2014 in Portuguese, English, and Spanish. Books from the Library of the State University of Feira de Santana (UEFS) were also consulted. Conclusion: It is necessary to establish a relationship of trust and friendship throughout the treatment, always informing and being transparent in one's actions, as well as to maintain a detailed clinical examination and an updated and organized dental record in such a way that it does not compromise the validity of the records from a legal standpoint. <![CDATA[<b>Estabilidade de cor de cerâmica odontológica após glaze e polimento</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Avaliar a influência de soluções corantes, em diferentes períodos de imersão, na estabilidade de cor de uma cerâmica odontológica em função de diferentes tratamentos de superfície (Glaze e Polimento). Material e Métodos: dezoito amostras de cerâmica foram fabricadas de acordo com as recomendações do fabricante. As amostras foram randomicamente divididas em dois grupos de acordo com o tratamento superficial realizado: Grupo Glaze (controle): glazeadas; Grupo Polimento: amostras polidas com pontas para polimento e pasta diamantada para polimento. Após, três amostras de cada grupo foram imersas em café, vinho tinto ou água por trinta dias. A mensuração de cor foi realizada através de fotografias digitais antes da imersão, após sete, quinze e trinta dias. Os valores de RGB foram obtidos utilizando o programa Adobe Photoshop e convertidos para valores Lab. Teste T de Student, ANOVA e teste Tukey foram utilizados para a análise estatística (p ≤ 0.05). Resultados: os maiores valores de alteração de cor foram proporcionados pelo vinho tinto no grupo glaze (p < 0.05), o grupo glaze e polimento não apresentaram valores de alteração de cor estatisticamente significativos em todas as soluções avaliadas (p &gt; 0.05), as amostras apresentaram estabilidade de cor após 15 dias de imersão nas soluções. Conclusão: o polimento realizado se mostrou tão eficiente quanto o glaze.<hr/>Aim: To evaluate the influence of staining diet solutions at different periods of immersion in the color stability of dental ceramics submitted to different surface treatments (glaze and polishing). Methods: Eighteen samples of ceramics were manufactured according to the manufacturer's recommendations. The samples were randomly divided into two groups according to the surface treatment conducted: Glaze group (control): glazed; Polishing Group: polished samples with tips for polishing and diamond paste for polishing. After, three samples from each group were immersed in coffee, red wine, or water for thirty days. The measurement was performed using color digital photographs before immersion and after seven, fifteen, and thirty days. The RGB values were obtained using the Adobe Photoshop program and converted to Lab. Student's t test. ANOVA and Tukey test values were used for statistical analysis (p ≤ 0.05). Results: The highest values of color change were provided by red wine in the glaze group (p < 0.05); the polishing and glaze groups showed no statistically significant values of change in color in all of the evaluated solutions (p &gt; 0.05); samples presented color stability after 15 days of immersion in solutions. Conclusion: The polishing performed in this study proved as efficient as the glaze. <![CDATA[<b>Autopercepção de idosos de Teresina-PI sobre saúde bucal e fatores associados</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objetivo: Avaliar a autopercepção da saúde bucal, associando-a a variáveis socioeconômicas, clínicas e comportamentais. Material e Métodos: Este estudo de natureza transversal avaliou uma amostra de 425 idosos de 60 anos, de Teresina-PI. O exame intrabucal foi realizado pelo índice de ataque de cárie (CPO-D), índice periodontal e uso e necessidade de prótese. O índice de saúde bucal geriátrica (GOHAI) foi avaliado por meio de entrevista, cujos dados referentes foram apresentados de forma descritiva e posteriormente dicotomizados em baixa percepção (somatório dos escores < 32) e alta percepção (somatório dos escores ≥ 32). Foram feitas análises univariadas por meio do teste de qui-quadrado para se avaliar a associação entre o perfil do idoso, CPO-D, índice periodontal e uso e necessidade de prótese (variáveis de exposição) e o índice GOHAI (variável de desfecho). As variáveis que apresentaram nível de significância menor que 0,2 foram estudadas na análise de regressão logística múltipla com procedimento stepwise, a fim de identificar os fatores associados à baixa percepção. Resultados: O CPO-D foi de 29,3 ± 4,4 (média / ± dp). Em relação à doença periodontal, 14,2% dos dentes eram hígidos, 23,5% com sangramento e 7,0% com bolsa periodontal. Quanto ao uso de prótese, 73,4% e 47,5% dos idosos pesquisados usam-na na região superior e inferior, respectivamente; e 25,0% e 51,0% necessitam de prótese na região superior e inferior, respectivamente. Os idosos com renda menor ou igual a um salário mínimo apresentaram 2,19 (IC: 1,30-3,69) vezes mais chance de apresentar baixa percepção de saúde bucal. Aqueles que ingerem diariamente medicamentos têm 1,90 (IC: 1,10-2,87) vezes mais chance de apresentar baixa percepção de saúde bucal e os que não necessitam de próteses dentárias inferiores têm 1,88 (IC: 0,35-1,09) vezes mais chance de apresentar baixa percepção de saúde bucal que os idosos que necessitam de próteses totais. Conclusão: A autopercepção da saúde bucal pelos idosos de Teresina-PI, participantes deste estudo, foi positiva. No entanto, possuir renda mensal menor que um salário mínimo, ingerir diariamente medicamentos e necessitar de próteses totais inferiores são fatores associados a uma baixa percepção desses sujeitos em relação à sua saúde bucal.<hr/>Aim: To assess self-perceived oral health and its association with socioeconomic, clinical, and behavioral variables. Methods: This cross-sectional study evaluated 425 elderly patients (60 years of age) from Teresina, PI, Brazil. The intraoral examination was performed by the caries attack rate (DMFT), the periodontal index and the need for prosthesis. The Geriatric Oral Health Assessment Index (GOHAI) was assessed through interviews. The data related to GOHAI were presented descriptively and then dichotomized into low perception (sum of scores < 32) and high perception (sum of scores ≥ 32). Univariate analyses were performed using the chi-square test to assess the association between the old profile, the DMFT, the periodontal index, the use and need for prostheses (exposure variables), and GOHAI (outcome variable). Variables with a significance level of less than 0.2 were studied in a multiple logistic regression analysis, using the "stepwise" procedure, in order to identify the factors associated with low perception. Results: The DMFT was 29.3 ± 4.4 (mean / ± SD). Regarding periodontal disease, 14.2% of the teeth were healthy, 23.5% presented bleeding, and 7.0% presented a periodontal pocket. Regarding the use of a prosthesis, 73.4% and 47.5% used it in the top and bottom regions, respectively, while 25.0% and 51.0% needed the prostheses in the upper and lower regions, respectively. Elderly patients with incomes of lower or equal to 1 minimum salary are 2.19 (CI: 1.30 to 3.69) times more likely to present a weak perception of oral health. By contrast, the elderly patients who take medications on a daily basis are 1.90 (CI: 1.10 to 2.87) times more likely to present a weak perception of oral health, while the elderly who require lower dentures are 1.88 (CI: 0.35 to 1.09) times more likely to present a weak perception of oral health than are the elderly who need to use full dentures. Conclusion: The self-perception of oral health by the elderly of Teresina, Piauí, Brazil in this study was positive; however, monthly incomes of lower than 1 minimum salary, daily intakes of medications, and the need for lower dentures are factors associated with a weak perception of oral health reported by this study's participants. <![CDATA[<b>Perfil e produção científica dos pesquisadores brasileiros em Odontologia</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-09392016000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Aim: The present study seeks to investigate the profile and scientific production of Brazilian researchers in dentistry from the National Council for Scientific and Technological Development (CNPq). Methods: An observational study was conducted. The sample consisted of productivity researchers from CNPq with fellowships awarded in February 2013. Data were collected from Lattes Curriculum. Analyzed parameters corresponded to the years 2011 and 2012. Results: The sample consisted of 209 researchers. Most of the researchers were male, who received a category 2 fellowship, distributed in 12 Brazilian States. Regarding the area of expertise, most of the researchers worked in dentistry clinics, oral pathology, and periodontics. A predominance of publications was found in Qualis B journals and in the supervision of scientific initiation. Conclusion: The results of this study reveal both a significant contribution from dentistry researchers towards the consolidation of national scientific production as well as the updating of information regarding dentistry production.<hr/>Objetivo: investigar o perfil e a produção científica dos pesquisadores brasileiros em Odontologia bolsistas de produtividade do Conselho Nacional de desenvolvimento científico e tecnológico (CNPq). Material e Métodos: Foi realizado um estudo observacional. A amostra consistiu de pesquisadores de produtividade do CNPq, com bolsas de estudo ativas em fevereiro de 2013. Os dados foram coletados do Currículo Lattes. Parâmetros analisados correspondem para os anos 2011 e 2012. Resultados: A amostra consistiu de 209 investigadores. A maioria dos pesquisadores era do sexo masculino, categoria 2 de bolsa e distribuídos em 12 Estados brasileiros. Sobre a área de especialização, a maioria dos pesquisadores atuava em Clínica Odontológica, Patologia Bucal e Periodontia. Há uma predominância de publicações em revistas Qualis B e supervisão de iniciação científica. Conclusão: Os resultados deste estudo mostram uma contribuição significativa de pesquisadores de Odontologia para a consolidação da produção científica nacional, além de atualizar informações sobre produção de odontologia.