Scielo RSS <![CDATA[RGO.Revista Gaúcha de Odontologia (Online)]]> http://revodonto.bvsalud.org/rss.php?pid=1981-863720160001&lang=pt vol. 64 num. 1 lang. pt <![CDATA[SciELO Logo]]> http://revodonto.bvsalud.org/img/en/fbpelogp.gif http://revodonto.bvsalud.org <![CDATA[<b>Disfunção temporomandibular e sua relação com hábitos parafuncionais em adolescentes estudantes do ensino médio: um problema de saúde pública?</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective Determine the prevalence of signs and symptoms of temporomandibular disorder (TMD) and its relationship with parafunctional habits in a sample of adolescents. Methods The sample consisted of 129 high school students, between 16 and 19 years old in public schools. Data were collected through: a questionnaire about parafunctional habits and TMD symptoms, the Fonseca's index (DMF) and a summarized protocol of clinical evaluation of the TMD signals. These data were analyzed in a descriptive way, using statistical analysis by Chi-square test (x2) and Fisher's Exact test. Results 84.5% of individuals showed a degree of auto-reported dysfunction. The most frequent parafunctional habit was chewing gum (65.9%) while the habit of biting objects was significantly associated with the presence of TMD symptoms (p = 0.042). There was a statistically significant association between TMD symptoms with variables such as gender (p = 0.032) habits (p = 0.014) and emotional stress (p <0.01), besides the association between the need of treatment and gender (p = 0.002) and stress (p <0.01). In addition, there was an association between muscle tenderness, unilateral mastication (p = 0.045) and chewing ice / lollipop (p = 0.04). Conclusion It was concluded that there was not only a high incidence of signs and symptoms of temporomandibular dysfunction and parafunctional habits in high school students, but also an association among them, becoming necessary to establish public policies of prevention and access to treatment for these problems for that specific age group.<hr/>Objetivo Verificar a prevalência de sinais e sintomas de disfunção temporomandibular e sua relação com hábitos parafuncionais em uma amostra de adolescentes. Métodos A amostra foi constituída de 129 estudantes, de 16 a 19 anos de escolas públicas de ensino médio. Os dados foram coletados por meio de: um questionário sobre os hábitos parafuncionais e sintomas de disfunção temporomandibular, o Índice anamnésico DMF de Fonseca e um protocolo resumido de avaliação clínica de disfunção temporomandibular. Os dados foram analisados de forma descritiva, com a análise estatística realizada pelo Teste Qui-quadrado (x2) e Exato de Fisher. Resultados Houve prevalência de 84,5% de indivíduos com algum grau de disfunção temporomandibular. O hábito parafuncional mais frequente foi o de mascar chicletes (65,9%) e o hábito de morder objetos teve associação significativa com a presença de disfunção temporomandibular (p=0,042) Houve associação estatisticamente significante entre sexo e disfunção temporomandibular (p=0,032), disfunção temporomandibular e hábitos (p=0,014), disfunção temporomandibular e tensão emocional (p<0,01) e tensão e necessidade de tratamento (p<0,01). Além disso, houve associação entre sensibilidade muscular e mastigação unilateral (p=0,045) e mastigação de gelo/pirulitos (p=0,04). Conclusão Conclui-se que nos adolescentes do ensino médio houve alta prevalência de disfunção temporomandibular e hábitos parafuncionais, bem como a associação entre os dois, sendo necessário o estabelecimento de políticas públicas de prevenção e acesso a tratamento para esse problema e grupo etário específico. <![CDATA[<b>Avaliação das condições orais em pacientes com doenças neurodegenerativas atendidos em centros geriátricos</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To compare the general clinical conditions and oral alterations, and also evaluate the prosthesis, in subjects diagnosed with Alzheimer's disease (AD) or Parkinson's disease (PD), attended at two geriatric centers in the city of Fortaleza - Ceará. Methods 70 patients were analyzed (between 57 to 91 years) with AD and PD, through evaluation of neurological medical records and oral clinical examination. Variables as sex, age, race, comorbidities, oral manifestations and prosthetic conditions were observed. A total of 20 elderly patients without neurological disease consisted the control group (CG). Fisher's exact test and Kruskal-Wallis were used as statistical analysis. Results In both groups, blood hypertension was the most frequent comorbidity. As for the oral examination in the group with AD, it was observed that 54.2% had periodontal disease, 34.2% caries. Similar results were found in PD patients (31.4%; 22.8% - respectively). However, no difference was observed between the groups, as the systemic and oral manifestations in both geriatric centers (p> 0.05). Was identified more than half of the subjects (57.7%) using dentures, and 86.5% of these had become maladaptive, with some kind of defect. There was statistical difference in the presence of associated oral pathology, denture stomatitis, between dementia and control group (p = 0.0213). Conclusion Elderly patients with AD and PD have poor oral health, as well as those without neurodegenerative diseases. However, have more defects and disorders associated with the use of removable dentures.<hr/>Objetivo Comparar as condições sistêmicas e orais, além de avaliar as próteses removíveis, associadas aos portadores de Doença Alzheimer e Doença Parkinson, atendidos em dois centros geriátricos situados no município de Fortaleza - Ceará. Métodos Foram analisados 70 pacientes (entre 57 à 91 anos) com Doença Alzheimer e Doença Parkinson, por meio de avaliação de prontuários neurológicos e exame clinico oral. Tendo sido observadas variáveis de sexo, idade, raça, comorbidades, condições orais e protéticas. Um total de 20 pacientes idosos sem doenças neurológicas consistiu no Grupo Controle. Foi utilizado teste exato de Fischer como análise estatística. Resultados Em ambos os grupos estudados, a Hipertensão arterial foi a comorbidade mais frequente. Quanto ao exame oral, no grupo com Doença Alzheimer, foi observado que 54.2% apresentou doença periodontal, 34.2% doença cárie. Achados semelhantes foram encontrados em pacientes com Doença Parkinson (31,4%; 22,8% - respectivamente). Entretanto, não foi observada diferença entre os grupos estudados, quanto as manifestações sistêmicas e orais nos dois centros geriátricos (p>0.05). Foi identificado que mais da metade dos pacientes avaliados nesse estudo (57,7%), utilizavam alguma prótese removível, sendo que 86,5% dessas apresentavam-se mal adaptadas, com algum tipo de defeito, principalmente nos idosos Institucionalizados (p= 0.034). Verificou-se, também, diferença estatística na presença de estomatite protética, entre os grupos demência e grupo controle (p= 0.0213). Conclusão Idosos portadores de Doença Alzheimer e Doença Parkinson tem deficiente saúde bucal, assim como aqueles sem as doenças neurodegenerativas. No entanto, apresentam mais imperfeições e patologias associadas ao uso de próteses removíveis. <![CDATA[<b>Limitação de abertura bucal pós-radioterapia de cabeça e pescoço</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To evaluate the ability to open the mouth in patients undergoing radiotherapy for head and neck and the variables related to this limitation. Methods 32 patients were evaluated six months after completion of radiotherapy sessions to treat cancer in the head and neck. The maximum mouth opening was measured using digital calipers and its association with gender, age, smoking, alcohol consumption, tumor location, chemotherapy and surgery were analyzed using the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests at a level of significance of 95%. Results The mean age of patients was 60.44 years; 87.5% were male; 81.2% were smokers; 65.6% regularly consumed alcohol. The average mouth opening was 43.17 mm and seven (21.9%) patients had trismus. The most common locations of the tumors were the tongue (31.3%) followed by the larynx and vocal folds with five (15.6%) each. No association was found between limited mouth opening and the other variables. Conclusion In this sample, 21.9% of patients had trismus six months after completing radiotherapy. The variables gender, age, smoking habits and alcohol consumption, tumor location, previous surgery and adjunctive chemotherapy were not associated with limited mouth opening.<hr/>Objetivo Avaliar a capacidade de abertura bucal de pacientes submetidos a tratamento radioterápico de cabeça e as variáveis relacionadas à sua limitação. Métodos Foram analisados 32 pacientes seis meses após o término das sessões de radioterapia para tratamento de câncer em região de cabeça e pescoço. A medida da abertura bucal máxima foi aferida por meio de um paquímetro digital e sua associação com as variáveis sexo, idade, tabagismo, etilismo, localização do tumor, realização de quimioterapia e cirurgia foram analisadas com os testes U de Mann-Whitney e Kruskal- Wallis no nível de significância de 95%. Resultados A idade média dos pacientes foi de 60,44 anos; 87,5% eram do sexo masculino; 81,2% eram tabagistas; 65,6% eram etilistas. A média de abertura bucal foi de 43,17mm e sete pacientes (21,9%) apresentavam trismo. As localizações mais frequentes dos tumores foi a língua (31,3%), seguida da laringe e da prega vocal com cinco (15,6%) cada uma. Não foi encontrada associação entre a limitação de abertura bucal e as variáveis estudadas. Conclusão Na amostra estudada, 21,9% dos pacientes apresentaram trismo seis meses após o término do tratamento radioterápico. As variáveis sexo, hábitos de etilismo e tabagismo, localização do tumor, cirurgia prévia e quimioterapia adjuvante não estiveram associados à limitação de abertura bucal. <![CDATA[<b>Estudo descritivo de periodontite periapical detectada em exames de Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To perform a descriptive study in order to evaluate apical periodontitis in endodontically treated teeth using cone beam computed tomography. Methods Eighty-six exams presenting at least one apical periodontitis were selected and divided into two groups: 1 for the mandible and 2 for the maxilla. All the exams were done using the same cone beam computed tomography with standard acquisition settings. All the images were processed and manipulated using the same software. Then the lesions were classified according to the periapical index, but not considering the expansion and/or destruction of cortical. Results 127 mandibular teeth and 180 maxillary teeth exhibited apical periodontitis with an average size of 0.49 mm in the mandible and 0.75 mm in the maxilla. It was found that the lower pre-molars were the teeth most affected. Lesions identified with scores between 0 and 1 correspond to 83.47% of the lesions in the mandible and 78.89% in the maxilla, and 55.12% of endodontically treated lower teeth and 50% of upper teeth presented no lesion recurrence or lesions under repair. Conclusion There was a predominance of small apical periodontitis, the pre-molars being the teeth most affected.<hr/>Objetivo Realizar um estudo descritivo para avaliar periodontites periapicais em dentes com tratamento endodôntico em tomografia computadorizada de feixe cônico. Métodos Oitenta e seis exames que apresentaram pelo menos uma periodontite periapical foram selecionados e separados em dois grupos: 1 para a mandíbula, e 2 para a maxila. Todos os exames foram realizados na tomografia computadorizada de feixe cônico com os mesmos protocolos de aquisição, e o mesmo software de avaliação e de mensuração. As lesões foram classificadas de acordo com o índice periapical, mas sem considerar a expansão do osso cortical e/ou destruição. Resultados Cento e vinte sete dentes inferiores e 180 dentes superiores apresentaram periodontites periapicais com tamanho médio de 0,49 mm na mandíbula e de 0,75 mm na maxila. Observou-se que os pré-molares inferiores foram os dentes mais acometidos. Lesões identificadas entre os escores 0 e 1 corresponderam a 83,47% das lesões na mandíbula e 78,89% na maxila, sendo que 55,12% dos dentes tratados endodonticamente inferiores e 50% superiores não apresentaram lesões reincidentes ou em fase de reparação. Conclusão Houve um predomínio de periodontites periapicais pequenas, sendo os pré-molares os dentes mais acometidos por estas lesões. <![CDATA[<b>Estudo retrospectivo da angulação dos segundos molares superiores permanentes em escolares com oclusão normal</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective The aims of this study were to evaluate the angle of permanent second molars in schoolchildren with a normal occlusion, using panoramic radiographs and plaster models, and to evaluate the correlation between measurements obtained by these two methods. Methods Thirty Brazilian schoolchildren with a mean age of 14 years and 7 months were selected. These individuals had not previously undergone orthodontic interventions, required a minimum of four of Andrews' six keys of occlusion, with the first key (interarch relation) being mandatory, and significant facial asymmetry was absent. Angulation of the maxillary second molars was measured using panoramic radiographs and plaster models. Results The mean angulation, according to panoramic radiography, was 105.8º in the distal direction (standard deviation of 5.1º). The plaster models revealed a mean angulation of -5.8º, indicating a distal angulation of the crown. Pearsons' correlation test demonstrated a negative and weak relationship (p = 0.009; r2 = - 0.474), with a greater angle in the panoramic radiographs and a smaller angle in plaster models. This was considered an inverse proportional relationship. Conclusion Measurements of the panoramic radiographs showed an angulation of 105.8º in the distal direction, while the plaster models revealed an angulation of -5.8º. Therefore, one should consider these angulations in order to personalize the placement of accessories on the upper permanent second molars. Correlation of this angulation using these two methods was negative; however, due to the weak correlation, both methods are needed when evaluating the angle of the upper second molar.<hr/>Objetivo Avaliar a angulação dos segundos molares superiores permanentes em escolares com oclusão normal, utilizando radiografias panorâmicas e modelos de gesso, e avaliar a correlação entre as medidas obtidas pelos dois métodos. Métodos Trinta escolares brasileiros com média de idade de 14 anos e 7 meses foram selecionados. Os escolares não tinham sido submetidos ao tratamento ortodôntico prévio, deveriam apresentar no mínimo quarto das seis chaves de oclusão de Andrews, com a primeira chave (relação interarco) sendo mandatória, e ausência de significativa assimetria. A angulação dos segundos molares superiors foi mensurada usando radiografia panorâmica e modelos de gesso. Resultados A media de angulação, de acordo com a radiografia panorâmica, foi de 105,8º com direção distal (desvio padrão de 5,1º). Os modelos de gesso apresentaram média de angulação dos segundos molares de -5,8º, indicando angulação distal da coroa. O teste de correlação de Pearson demonstrou relação negative e fraca (p = 0,009; r2 = - 0,474), com maior angulação nas radiografias panorâmicas e menor angulação nos modelos de gesso, sendo esta correlação considerada inversamente proporcional. Conclusão As medidas nas radiografias panorâmicas mostraram angulação de 105,8º em direção distal, enquanto que os modelos de gesso revelaram angulação média de -5,8º. Assim, deve-se considerar essas angulações para individualizar a angulação de colagem de acessórios ortodônticos em segundos molares superiores permanentes. A correlação da angulação obtida entre os dois métodos foi negativa; entretanto, devido à fraca correlação, ambos os métodos devem ser empregados para se avaliar a angulação dos segundos molares superiores. <![CDATA[<b>Desenvolvimento ético e moral: aspectos relativos à formação profissional em Odontologia</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective To assess the progression of a public university's dental students through stages of moral development during the course. Methods A cross-sectional study with 115 students (from the 1st to the 7th semester), to whom the "Opiniões sobre problemas sociais" test, adapted and translated to the Portuguese language, was applied. Results The collected answers were charted according to the test manual's guidelines and data were analyzed by the GraphPad Prism software 6.0 and STATA v.13. Principal morality score values, expressed as a P value (%), were 40.26%; 39.32%; 36.45% and 36.27% for the 1st, 3rd, 5th and 7th semesters, respectively, with no statistically significant difference between the groups (ANOVA, p = 0.52). Conclusion Students' degrees of morality did not vary significantly among the semesters compared, indicating the need for a reorientation of teachinglearning practices that takes the potential of transformative learning into account.<hr/>Objetivo Avaliar a evolução nos estágios de desenvolvimento moral dos acadêmicos de Odontologia de uma Instituição Pública de Ensino Superior, ao longo da graduação. Métodos Estudo transversal com 115 acadêmicos (1º ao 7º semestre), em que foi aplicado o instrumento "Opiniões sobre problemas sociais", adaptado e traduzido para língua portuguesa. Resultados As respostas coletadas foram tabuladas de acordo com as orientações do manual do instrumento e os dados analisados pelo software GraphPad Prism 6.0 e no programa STATA v.13. Os valores do Principal morality score, expressos pelo valor de P (%), foram 40,26%; 39,32%; 36,45% e 36,27% para o 1º, 3º, 5º e 7º semestres, respectivamente, sem diferença estatística significante entre os mesmos (ANOVA, p=0,52). Conclusão O grau de moralidade dos estudantes não variou significativamente comparados os semestres em que os mesmos se encontravam, apontando a necessidade de reorientação das práticas de ensino-aprendizagem, considerando o potencial da educação transformadora. <![CDATA[<b>Rugosidade superficial de resina composta</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100007&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective The aim of the present study was to evaluate the surface roughness (Ra) of the Z-350 resin composite following immersion in different media (distilled water, coca-cola, coffee, black tea and red wine). Methods Fifty specimens of resin composite measuring 10 mm x 2 mm were prepared. Polymerization was performed using the conventional method (40 s). Each specimen was immersed for one hour per day. Evaluations were performed at baseline as well as after three, six, nine and 12 months. Three Ra readings were taken in opposite directions at each evaluation using a roughness meter. Mean Ra values were subjected to analysis of variance (ANOVA) followed by Tukey's test (p < 0.05). Results A significant increase in Ra was found in the specimens submitted to coffee, coca-cola® and black tea between baseline and the three-month evaluation. Variance was also found among the remaining evaluation times (3 months to 12 months), but the differences did not achieve statistical significance. No statistically significant differences in Ra were found among evaluation times in the specimens submitted to red wine or distilled water. Conclusion Based on the present findings, coca-cola, coffee and black tea exert an influence on the surface roughness of resin composites.<hr/>Objetivo Avaliar a rugosidade da superfície (Ra) do Z-350 resina composta após imersão em diferentes meios (água destilada, coca-cola, café, chá preto e vinho tinto). Métodos Foram preparados cinquenta espécimes de resina composta medindo 10 mm x 2 mm. A polimerização foi realizada através do método convencional (40 s). Cada espécime foi imerso durante uma hora por dia. As avaliações foram realizadas na linha de base, bem como após três, seis, nove e 12 meses. Três leituras Ra foram levados em direções opostas em cada avaliação, utilizando um medidor de rugosidade. Os valores médios de Ra foram submetidos a análise de variância (ANOVA) seguido pelo teste de Tukey (p <0,05). Resultados Um aumento significativo na Ra foi encontrada nas amostras submetidas ao café, coca-Cola® e chá preto entre o início e a avaliação de três meses. Variância também foi encontrado entre as épocas de avaliação restantes (3 meses a 12 meses), mas as diferenças não atingiram significância estatística. Não houve diferenças estatisticamente significativas na Ra encontrados entre os momentos de avaliação nos casos submetidos ao vinho tinto ou água destilada. Conclusão Com base nos achados, coca-cola, café e chá preto exercem uma influência sobre a rugosidade superficial de resinas compostas. <![CDATA[<b>Efeito dos cremes dentais à base de flúor e Aloe vera na lesão artificial de mancha branca in vitro</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Objective The aim of this study was to evaluate the effects of toothbrushing using a fluoride toothpaste and Aloe vera tooth gel on artificial white spot lesions through the Knoop microhardness (KHN) analysis. Methods Sound bovine enamel samples (2 mm/diameter and 2 mm/depth) were prepared and immersed in artificial white spot lesion for 24 h. The preparation of artificial white spot lesions was performed by pH-cycling process. The samples were randomly divided into two groups (n=20), according the dentifrice used: containing fluoride (Colgate Total 12) or Aloe vera (Forever Bright Aloe Vera Toothgel). The top surface of samples was submitted to 10,000, 25,000, 50,000 and 100,000 brushing cycles (200 g load) in an automatic brushing machine with abrasive slurry. The KHN analysis were evaluated at baseline, after immersion in artificial white spot lesion and after 10,000, 25,000, 50,000 and 100,000 cycles of brushing. Data were analyzed by two-way repeated measures ANOVA and Tukey tests (p=0.05). Results The KHN values significantly increased after brushing cycles compared to demineralized means. No significant differences showed for dentifrice factor (p=0.263). However, there were statistically significant differences between groups in cycles of brushing times (p=0.0001). Conclusion The toothpastes (containing fluoride or Aloe vera) were effective in increasing the superficial microhardness of artificial white spot lesions.<hr/>Objetivo Avaliar o efeito da escovação simulada usando creme dental com flúor e Aloe vera em lesão de mancha branca artificial in vitro, através da análise da microdureza Knoop (KHN). Métodos Amostras de esmalte bovino (2 mm/diâmetro e 2 mm/altura) foram preparados e imersos em solução artificial de cárie por 24 h. O preparo para indução de lesão de mancha branca foi realizado por processo de ciclagem de pH. As amostras foram aleatoriamente divididas em dois grupos (n=20), de acordo com o dentifrício utilizado: creme dental contendo flúor (Colgate Total 12) ou creme dental à base de Aloe vera (Forever Bright Aloe Vera Toothgel). A superfície das amostras foi submetida à 10.000, 25.000, 50.000 e 100.000 ciclos de escovação simulada (200 g/peso) em uma máquina de escovação. A análise de microdureza (KHN) foi realizada inicialmente, após o período de imersão em solução artificial de mancha branca e após 10.000, 25.000, 50.000 e 100.000 ciclos de escovação. Os dados foram submetidos aos testes RM-ANOVA dois fatores e Tukey (p=0.05). Resultados Os valores de KHN aumentaram significantemente após os ciclos de escovação, quando comparado aos valores após a imersão em solução desmineralizante. Não houve diferenças estatisticamente significantes entre os cremes dentais (p=0.263). Entretanto, em relação aos ciclos de escovação, houve diferenças significantes (p=0001). Conclusão Os cremes dentais (contendo flúor ou Aloe vera) foram efetivos no aumento da microdureza superficial em lesão artificial de mancha branca. <![CDATA[<b>Strategies for control and treatment of carious lesions in deciduous molars: a review of the literature</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt In recent years, a reduction has been observed in the prevalence of dental caries in the global population. However, caries is still considered a public health problem. Currently, total removal of decayed tissue has been questioned and replaced by less invasive therapeutic approaches, which offer the possibility of incomplete removal of decayed tissue in one or two clinical sessions. Other techniques aim at sealing the carious lesion or use prefabricated metal crowns on the cavitated tooth without removal of the decayed tissue, preventing direct contact of the substrates with the carious lesion. Recently, ultra-conservative treatment has gained scientific prominence, and is able to control carious lesions through the disorganization of dental biofilm via supervised brushing. Each therapeutic approach has its advantages and limitations, and it is the responsibility of dental professionals to plan their patients' treatments according to their individual needs, allowing for better functional, aesthetic and psychological conditions for patients by preserving primary teeth until their physiological exfoliation.<hr/>Nos últimos anos, foi perceptível a diminuição na prevalência da cárie dentária na população mundial. Entretanto, a doença cárie continua sendo considerada um problema de saúde pública. Atualmente, a remoção total do tecido cariado vem sendo questionada e substituída por abordagens terapêuticas menos invasivas, as quais oferecem a possibilidade de remoção incompleta do tecido cariado em uma ou duas sessões clínicas. Outras técnicas visam o selamento da lesão cariosa ou o emprego de coroas metálicas pré-fabricadas sobre o dente cavitado sem que haja remoção de tecido cariado, impedindo o contato direto dos substratos com a lesão cariosa. Recentemente, o tratamento ultraconservador tem ganhado destaque científico, o qual tem a capacidade de conduzir o controle da lesão de cárie através da desorganização do biofilme dentário pela escovação supervisionada. Cada abordagem terapêutica apresenta suas vantagens e limitações, sendo responsabilidade do profissional planejar o tratamento do seu paciente de acordo com as suas necessidades individuais, possibilitando melhores condições funcionais, estéticas e psicológicas para o paciente através da manutenção dos dentes decíduos até a sua esfoliação fisiológica. <![CDATA[<b>Monitoring of caries disease by risk assessments and activity</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100010&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Dental caries is a non-communicable disease and is considered a public health problem. For diagnosis and correct treatment, the study of risk assessment and caries activity is necessary. The caries risk assessment is a way to formalize the balance and imbalance of predictably disease to diagnose dental caries. Therefore, the caries risk assessment is performed through different evaluation systems. Another parameter of great importance to be studied is the activity of caries, because through it is done the correct treatment decision for the patient. The objective of this article is to inform the reader about: the concepts and caries risk factors; the different caries risk assessment systems described in the literature; and which systems are validated. In addition, this literature review provides for identification and evaluation of risk factors and activity of caries lesions in order to enable greater objectivity in the diagnosis and facilitate the decisions of a successful treatment.<hr/>A cárie dentária é uma doença não infecciosa e é considerada um problema de saúde pública. Para seu diagnóstico e correto tratamento é necessário a avaliação do risco e da atividade da doença cárie. A avaliação do risco de cárie é uma maneira de formalizar o equilíbrio e desequilíbrio da doença de modo previsível para realizar o diagnóstico da doença presente. Para tanto, a avaliação do risco de cárie é realizada através de diferentes sistemas. Outro parâmetro de grande importância a ser estudado é a atividade da doença cárie, pois através dela é realizada a correta decisão de tratamento para o paciente. Assim, o objetivo do presente artigo foi informar ao leitor: os conceitos e fatores de risco de cárie; os diferentes sistemas de avaliação de risco de cárie descritos na literatura; e quais sistemas são validados. Contudo, esta revisão de literatura proporciona a identificação e avaliação dos fatores de risco e atividade das lesões de cárie afim de possibilitar uma maior objetividade no diagnóstico e facilitar as decisões de um tratamento bem-sucedido. <![CDATA[<b>Xantoma verruciforme: relato de caso clínico</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100011&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Verruciform xanthoma is a rare, benign lesion, with a papillary aspect, asymptomatic, sessile, white colored, and well-demarcated, that occurs in the gingiva and alveolar mucosa. The histopathological aspect is characterized by the presence of macrophages with foam cytoplasm (xanthoma cells) confined to the soft papillary tissue. The etiology and pathogenic mechanisms are unknown, although some hypothesis, such as local trauma or viral origin have been suggested. The aim of this article was report a clinical case of verruciform xanthoma located in the gingiva showing the clinical and histopathological aspects.<hr/>O xantoma verruciforme é uma lesão muito rara, benigna, com aspecto papilar, indolor, séssil, localizada, principalmente, na gengiva e mucosa alveolar, podendo ocorrer na pele e genitália. O grau de queratinização da superfície influencia na cor, variando de branca a vermelha. Histopatologicamente é caracterizado pela presença de macrófagos com citoplasma espumoso (células de xantoma) acumulados e confinados ao tecido conjuntivo papilar. Criptas invaginadas alternam-se com extensões papilares. As cristas epiteliais alongadas estendem-se para a lâmina própria em profundidade uniforme. Sua etiologia e patogênese são desconhecidas, apesar de várias hipóteses terem sido sugeridas, como trauma local ou viral. O diagnóstico diferencial pode incluir o papiloma escamoso, o carcinoma escamoso papilar e o condiloma acuminado. O tratamento é a excisão conservadora e o prognóstico é excelente. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso clínico de xantoma verruciforme localizado na gengiva inserida mostrando seu aspecto clínico e histopatológico. <![CDATA[<b>Mesiodens invertido: relato de caso</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Mesiodens is the term used for describing the supernumerary tooth that occurs in the maxilla, between the central incisors, in the midline region. These may erupt in the oral cavity or keep themselves impacted. Their presence causes cleaning inadequate, impossibility or difficult of the eruption of the regular teeth and having the aesthetic compromised. This paper aims at showing that early identification of supernumerary teeth, planning and correct approach, allow the preservation of the teeth and adjacent structures. This article presents the clinical case of a seven-year-old child, male, who sought for treatment complaining that teeth 11 didn't appear in the buccal cavity. Clinical and radiographic exams were done and they demonstrated the presence of the supernumerary tooth. The plan of treatment aimed at the correct localization, extraction of this supernumerary tooth and continuous follow up of the case.<hr/>Mesiodens é o termo utilizado para denominar o dente supranumerário que ocorre na maxila, entre os incisivos centrais, na região de linha média. Esses podem irromper na cavidade oral ou ficarem impactados. A sua presença acarreta higienização inadequada, dificuldade ou impossibilidade de erupção dos dentes regulares e comprometimento da estética. O presente trabalho objetiva mostrar que a identificação precoce de dentes supranumerários, o planejamento e abordagem corretas, permitem a preservação dos dentes e estruturas adjacentes. Este artigo apresenta o caso clínico de criança de 7 anos de idade, gênero masculino, cujos pais procuraram por tratamento com queixa de não esfoliação do dente 51. Foram realizados exames clínicos e radiográficos e estes demonstraram a presença de dente supranumerário invertido. O plano de tratamento teve por objetivo a correta localização, exodontia do mesiodens que não irromperia por ser invertido; e contínuo acompanhamento do caso. <![CDATA[<b>Reabilitação bucal em Odontopediatria: relato de caso clínico</b>]]> http://revodonto.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372016000100013&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt Despite the emphasis and effort devoted to preventive dentistry, massive coronal destruction caused by dental caries or trauma is still seen in pediatric dentistry practice today. The technical difficulties related to dental treatment are compounded by problems related to the behavior of young patients in these circumstances, which brings the need for a broader understanding of behavior management techniques and certain skills in dealing with patients by dental practitioners, aimed at ensuring the well-being of both patient and dentist during treatment. This case report presents and discusses the scientific rationale for the treatment options adopted, considering the techniques and materials already established for aesthetic rehabilitation of adult patients (such as resins, glass-fiber posts, and glass ionomers), and now employed and adapted for pediatric dental care, that would best suit the clinical situation described. At the end of treatment, the patient achieved full rehabilitation and a restored smile, through the use of modern techniques and materials, while the dental practitioner gained a better understanding of the optimal treatment possibilities and strategies for similar cases.<hr/>Apesar da ênfase e esforço dedicados à Odontologia preventiva, as grandes destruições coronárias causadas por cárie ou traumatismos dentários ainda são hoje problemas que ocorrem na prática clínica da odontopediatria. Além das dificuldades técnicas relacionadas a tais tratamentos, soma-se a isso, os problemas inerentes ao controle da conduta de um paciente muito jovem, o que traz a necessidade de um maior conhecimento de técnicas de manejo comportamental e uma habilidade no trato odontológico por parte do profissional, visando o bemestar de ambos nestas circunstâncias. O relato de caso a seguir tem como objetivo apresentar e discutir o embasamento científico da opção de tratamento adotada, considerando os materiais, pinos de fibra de vidro, ionômeros de vidro, resinas, e as técnicas disponíveis atualmente, ou seja, procedimentos já consagrados na reabilitação estética em adultos, agora aplicados e adaptados à odontologia de bebês, e que melhor solucionariam a situação clínica descrita, visando sua aplicabilidade em clínica. Ao final obtemos um paciente reabilitado, gozando de um tratamento com técnicas e materiais bastante modernos, com seu sorriso restabelecido, e um profissional informado das possibilidades e técnicas mais adequadas para o tratamento de pacientes em situações semelhantes.